Esportes

Santos anuncia venda de Diego Pituca; atleta fica até final da Libertadores

Classificação e Jogos

O presidente do Santos, Andres Rueda, confirmou a venda de Diego Pituca hoje em uma live no canal do clube no YouTube. Rueda disse que o clube japonês Kashima Antlers pagará por 50% dos direitos do jogador, que ficará até a final da Libertadores (30 de janeiro).

"Valor que eles estão pagando é por 50% do Pituca. Não gostaríamos de que deixasse o clube, mas vocês sabem como é. Ele tem o direito de crescer financeiramente na vida. Fechamos essa operação. E ele continua na Libertadores", disse o presidente.

O Kashima ofereceu 1,6 milhão de dólares (R$ 8,1 mi) em dezembro, mas a proposta foi recusada pelo Santos, na ocasião.

Além disso, Rueda disse que negociou com os atletas que pretendem deixar o elenco para que façam isso após a decisão da Libertadores e, em alguns casos, do Mundial de Clubes.

Mais tarde, na mesma transmissão, o presidente disse que as vendas não foram feitas para acumular caixa, mas de forma pontual, por já estarem sendo negociadas há muito tempo.

"No futebol, vender e comprar faz parte do dia a dia, mas vender para suprir caixa, eu vou tentar evitar o máximo possível, só em último caso. Não está no nosso planejamento vender jogador para cobrir o rombo financeiro", disse Rueda.

Premiação comprometida

O presidente do clube também disse que o prêmio pago pela final da Libertadores já está comprometido pelas dívidas. O Santos tem garantido R$ 6 milhões em caso de vice-liderança e pode chegar a R$ 22 milhões se vencer o Palmeiras.

"Já estão comprometidos. Você tem a obrigação de fechar com o Luan Peres e a premiação dos nosso jogadores. Então não vai sobrar uma quantia volumosa, mas que já tem destino garantido. Uma parte realmente é para tentar, se não pagar a totalidade da dívida que a gente tem com os jogadores, atenuar bastante o direito de imagem", disse Rueda.