Esportes

Salvio não garante permanência no Boca Juniors: 'Penso em morar em Madri'

Considerado um dos destaques do Boca Juniors na Libertadores da América de 2020, Eduardo Salvio deu uma entrevista para a ESPN e comentou sobre sua possível saída do clube, devido ao forte assédio por parte de equipes europeias.

"Estou bem aqui, estou feliz, não posso dizer que vou ficar porque no futebol nunca se sabe o que vai acontecer. Depois vamos analisar com o meu representante para ver o que está lá, mas estou feliz. Estou no maior clube do país. Argentina então estou feliz", começou por dizer.

Artilheiro dos Xeneizes na competição sul-americana com oito gols, o meio-campista revelou que analisará as propostas com seu empresário e caso algo o interesse, levará em consideração. Inclusive, deixou uma 'pista' ao dizer que sonha em morar na Espanha.

"Se surgir algo melhor, vou discutir com meu representante. Se for melhor para mim, vou embora. Hoje penso em morar em Madri, então se tenho algo que seja melhor, vou analisar. Por isso não estou dizendo que vou ficar 100%", enfatizou.

Por fim, o atleta, de 30 anos, deixou claro que a permanência no Boca Juniors não é só de gosto dos torcedores, mas também de seu pai, torcedor fanático da equipe, que o fez um pedido quando os rumores de negociações surgiram.

"Se tiver que ficar vou ser feliz e feliz porque estou no clube onde todos a vida era um fã, meus pais não querem que eu vá. Meu velho me diz: 'não vá, ganhe a Copa pelo menos'", finalizou.