Esportes

Rodrigo Mattos - Por demanda da Globo, Brasileiro tem jogos espalhados para atrair assinante

Um espectador atento já deve ter se questionado: por que agora tem jogo toda hora do Brasileiro na TV? A explicação é uma estratégia da Globo e da Warner para tornar cada vez mais diversificados os horários das partidas que é atendida pela CBF. O objetivo é repetir o que é feito em outros mercados, como a Liga de Futebol Americano (NFL), para potencializar a audiência de cada jogo.

Nas últimas seis rodadas do Brasileiro, houve jogos em seis ou sete horários diferentes. Assim, o espectador que quisesse poderia assistir à maioria das partidas ao vivo.

Nos finais de semana, os confrontos começam no final do sábado e se estende até o final de segunda-feira. Nos meios de semana, as rodadas têm começado até 17h de quarta-feira (caso de Botafogo x Athletico) para acabar no final da quinta-feira.

A Globo tem como objetivo que o seu produto no pay-per-view ganhe volume de eventos ao vivo. Ou seja, o espectador pode usufruir o máximo do produto, o que o torna mais atrativo e resulta em mais vendas. O impacto no número de aquisições do produto é difícil de ser medido, mas há a análise de que há um ganho geral.

A percepção dentro da emissora é de que, nos pontos corridos, todo jogo pode interessar ao torcedor. Um rival de seu time pela ponta da tabela ou na briga pelo rebaixamento pode estar em campo, e isso gera interessa. Ou um adversário local está na tela e também aumenta a audiência.

No caso da Warnermeadia, substituta da Turner, houve uma demanda por horários exclusivos para seu jogos. Assim, não tem concorrência eventual da TV Aberta, nem de transmissões de outras partidas no ppv.

A CBF tem atendido a demanda das emissoras. E a Globo tem o objetivo que esse processo, que começou há dois anos, se intensifique ainda mais com um aumento dos horários alternativos. Defende-se que isso deveria ocorrer inclusive em jogos mata-mata da Copa do Brasil.

A intenção é repetir o que ocorre em ligas como a NFL. Por lá, os playoffs ocorrem em horários diferentes para que o espectador possa assistir a todos os jogos. O mesmo acontece na Premier League, onde dificilmente há dois confrontos entre grandes times nos mesmos horários.