Esportes

Recorde de audiência | Com seleção, TV Brasil tem maior ibope da história e ameaça até SBT em São Paulo

Recorde de audiência | Com seleção, TV Brasil tem maior ibope da história e ameaça até SBT em São Paulo

A surpreendente transmissão do jogo entre Peru x Brasil pela 2ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 nesta terça-feira (13), pela TV Brasil, rendeu uma audiência histórica para a emissora estatal do Governo Federal. Em São Paulo, a TV conseguiu o maior índice de sua história na capital paulista, vencendo as tradicionais Band e RedeTV!. Por alguns momentos, até o SBT foi ameaçado. Na média, perdeu apenas para as três maiores redes do país - as duas citadas, além da Globo. O jogo também obteve bom desempenho em outras capitais, como Brasília e Porto Alegre.

Segundo dados prévios de audiência, obtidos pelo UOL Esporte, o jogo narrado por André Marques, com comentários de Márcio Guedes e Rodrigo Campos, marcou 3 pontos de média com picos de 4 na Grande São Paulo entre 21h e 23h, horário da transmissão do jogo, fechando em quarto lugar em pleno horário nobre.

No mesmo horário, a Globo liderou com 28 ao exibir o "Jornal Nacional", a novela "A Força do Querer" e parte da série "Sob Pressão". A Record ficou em segundo com "Amor Sem Igual", "Jesus" e "A Fazenda 12" com 8 pontos. O SBT ficou em terceiro com 7 pontos ao exibir "Chiquititas", "Cúmplices de Um Resgate" e o "Programa do Ratinho". Band e RedeTV! ficaram com apenas 1 ponto cada uma.

No final do segundo tempo, por volta das 22h45, aconteceu o alcance máximo da transmissão. A TV Brasil conseguiu 4 pontos e ficou a apenas alguns décimos do SBT durante o "Programa do Ratinho", quase beliscando o terceiro lugar. É o maior número obtido pela TV Brasil em São Paulo desde sua fundação em 2007. Em outras capitais, com futebol e carnaval, a emissora estatal já havia marcado números mais robustos e até vencido a Globo em Recife e Belém com transmissões envolvendo o Santa Cruz na Série C do Brasileirão e o clássico entre Paysandu x Remo.

No Rio de Janeiro, o jogo também chegou a picos de 4 pontos do Ibope - mas não superou o recorde local, de 5 pontos, obtido em 2018 com o Desfile das Campeãs do Carnaval carioca. Em Porto Alegre, a TVE do Rio Grande do Sul, parceira da emissora estatal, chegou a picos de 5 pontos. Em Brasília, o melhor resultado: picos de 8 pontos de audiência e vice-liderança, vencendo até mesmo Record e SBT, perdendo apenas para a Globo.

No entanto, mesmo com o índice ótimo para o seu patamar bem baixo, a TV Brasil ficou bem atrás em relação ao que marcou a Globo na última sexta (9) com Brasil x Bolívia, pela 1ª rodada das Eliminatórias. Em São Paulo, a transmissão global marcou 27 pontos de média. No Rio de Janeiro, foram 28 pontos. Na média nacional, a Globo obteve 25 pontos. Ou seja, a exposição na Globo ainda segue bem maior para a seleção brasileira em relação a concorrente estatal.