Esportes

Rafael Reis - Voando, Lewandowski já abre 12 pontos para maior ameaça na Chuteira de Ouro

Eleito o melhor jogador do mundo na temporada passada, o atacante polonês Robert Lewandowski está fazendo um voo de cruzeiro rumo à conquista da primeira Chuteira de Ouro de sua carreira.

Com o gol marcado na vitória por 2 a 1 sobre o Freiburg, no domingo (17), o centroavante do Bayern de Munique chegou a 21 bolas nas redes em 15 partidas pelo Campeonato Alemão e alcançou a marca de 42 pontos no ranking do prêmio concedido anualmente ao goleador máximo das ligas nacionais da Europa.

Na prática, isso significa que ele já abriu uma vantagem de 12 pontos, equivalente a seis gols, para a maior ameaça à sua liderança (e, cada vez mais possível, vitória) na artilharia do continente, Cristiano Ronaldo.

O veterano astro português passou em branco na derrota por 2 a 0 da Juventus no clássico contra a Inter de Milão, também no domingo, e estacionou nos 30 pontos e na quarta colocação.

Além de Lewandowski, CR7 está atrás do dinamarquês Kasper Junker e do norueguês Amahl Pellegrino na classificação da Chuteira de Ouro. Só que o vice-líder e o terceiro colocado do prêmio são, a princípio, nomes fora da briga.

Isso porque ambos atuam em clubes que disputam o Campeonato Norueguês, que terminou no final de novembro. Assim, eles não têm mais como pontuar nesta temporada e tomar a dianteira de Lewandowski.

A única opção para voltarem à disputa seria serem negociados na atual janela de transferências para um outro país que adote "calendário europeu" e que ainda tenha uma liga nacional em andamento.

Maior vencedor da história da Chuteira de Ouro, com seis títulos, Lionel Messi desta vez está bem longe da disputa. O camisa 10 do Barcelona ocupa a 26ª posição, com 22 pontos, resultado dos 11 gols que marcou nesta temporada do Espanhol.

O Brasil não fatura a taça desde 2001/02, quando Jardel (Sporting) foi o goleador máximo da temporada europeia. O ex-centroavante do Grêmio também levantou o troféu em 1998/99. Além dele, apenas Ronaldo (1996/97) já colocou o país no lugar mais alto do pódio.

Nesta temporada, o brasileiro mais bem posicionado é o meia-atacante João Pedro, ex-Santos e Atlético-MG, que joga pelo Cagliari, da Itália. Com dez gols e 20 pontos, ele divide a 35ª colocação com outros cinco jogadores.

O "Blog do Rafael Reis" publica a cada terça-feira uma nova parcial da corrida pelo posto de artilheiro máximo do Velho Continente.

Confira a classificação da Chuteira de Ouro

1 - Robert Lewandowski (POL, Bayern de Munique) - 42 pontos (20 gols)
2 - Kasper Junker (DIN, Bodo/Glimt) - 40 pontos (27 gols)
3 - Amahl Pellegrino (NOR, Kristiansund) - 37,5 pontos (25 gols)
4 - Cristiano Ronaldo (POR, Juventus) - 30 pontos (15 gols)
5 - Paul Onachu (NIG, Genk) - 28,5 pontos (19 gols)
Philip Zinckernagel (DIN, Watford) - 28,5 pontos (19 gols)
7 - Christoffer Nyman (SUE, Norrköping) - 27 pontos (18 gols)
8 - Rauno Sappinen (EST, Flora Tallinn) - 26 pontos (26 gols)
Mohamed Salah (EGI, Liverpool) - 26 pontos (13 gols)
10 - André Silva (POR, Eintracht Frankfurt) - 24 pontos (12 gols)
Boulaye Dia (SEN, Reims) - 24 pontos (12 gols)
Ciro Immobile (ITA, Lazio) - 24 pontos (12 gols)
Erling Haaland (NOR, Borussia Dortmund) - 24 pontos (12 gols)
Georgios Giakoumakis (GRE, VVV Venlo) - 24 pontos (16 gols)
Harry Kane (ING, Tottenham) - 24 pontos (12 gols)
Heung-min Son (CDS, Tottenham) - 24 pontos (12 gols)
Jesper Karlsson (SUE, AZ Alkmaar) - 24 pontos (16 gols)
Kylian Mbappé (FRA, Paris Saint-Germain) - 24 pontos (12 gols)
Romelu Lukaku (BEL, Inter de Milão) - 24 pontos (12 gols)
Veton Berisha (NOR, Viking Stavanger) - 24 pontos (12 gols)