Esportes

"PRETO NEM É GENTE": Ex-jogador e comentarista Souza é vítima de racismo e xenofobia durante transmissão de jogo

O ex-jogador Souza, 42, foi vítima de racismo e xenofobia por parte de um torcedor no domingo (25) durante a transmissão da rádio Craque Neto da vitória do Flamengo por 5 a 1 sobre o São Paulo , pela 13ª rodada do Brasileirão. Ao UOL , afirmou que vai denunciar hoje (26) o caso à polícia.

O campeão mundial com o clube do Morumbi mensagens mensagens em sua conta no Instagram enquanto comentava o jogo. Depois, resolveu divulgar o conteúdo ofensivo.

“Macaco, vendedor de rede, baiano de merda, viado, desgraçado, vai para o inferno”, foram alguns dos comentários feitos em resposta a um dos relatos do alagoano de Maceió. O torcedor continuado: “Cadê o freguês? Responde, macaco preto. Preto nem é gente”.

Em resposta, publicada em sua própria rede social, o ex-jogador lamentou o ocorrido. “Olha a que ponto nós chegamos. Infelizmente as redes sociais são isso. Eu desejo a você, meu irmão, toda sorte do mundo”.

Ao UOL , Souza disse que o post serviu apenas para mostrar o tipo de agressão xenófoba contra brasileiros nascidos na Região Nordeste que pode ser difundida em redes sociais.

“Foi a primeira vez que passei por isso e resolvi postar mais em preocupação com outras pessoas que isso e não têm a mesma força que eu tenho. Essas coisas de alguma maneira não conseguem me atingir porque eu sei quem eu sou e tenho muito orgulho da minha cor. Tenho orgulho do meu Estado e postei com o pensamento de proteger outras pessoas “, disse.

Na partida em que Souza experimentou, os comandados de Renato Gaúcho viraram o jogo e saíram de campo com uma estrondosa vitória por 5 a 1. A vitória manteve o Flamengo no sexto lugar, com 21 pontos, dez a menos que o líder Palmeiras —o Flamengo tem dois jogos a menos que o rival. Já o São Paulo voltou para a zona de rebaixamento, depois de o Sport empatar sem gols com o Ceará.