Esportes

Presidente da Federação Boliviana é detido em jogo das Eliminatórias

O presidente da Federação Boliviana de Futebol (FBF), Marcos Rodríguez, foi detido por policiais no intervalo da derrota por 3 a 2 da seleção da Bolívia diante do Equador, em jogo válido pelas Eliminatórias da Copa, no Estádio Hernando Siles.

Segundo a imprensa boliviana, ele é acusado de enriquecimento ilícito e corrupção à frente da entidade. Rodríguez é acusado pelos presidentes dos clubes por supostas irregularidades, uma delas, envolvendo a compra do terreno que sediará o futuro centro de treinamento da seleção.

Os agentes da Polícia Nacional se dirigiram ao hotel Europa, em La Paz, com um mandado de prisão contra as lideranças que lá estavam reunidas, mas foram ao estádio ao serem avisados que Rodríguez havia ido ao jogo. A prisão ocorreu sem resistência.

Então vice-presidente, Rodríguez foi nomeado para suceder César Salinas, presidente anterior da FBF que morreu em decorrência da covid-19, em julho deste ano. O outro vice-presidente, Robert Blanco, reivindicou o cargo. Ainda de acordo com os jornais bolivianos, a prisão também teria relação com a disputa.