Esportes

Piloto francês morre cinco dias após grave acidente em etapa do Rally Dakar

O piloto francês Pierre Cherpin, que sofreu um grave acidente há cinco dias durante a 7ª etapa do Rally Dakar, morreu na noite de ontem aos 52 anos.

De acordo com a organização do evento, ele perdeu a vida durante a transferência aérea para o seu país - Cherpin ficou internado em coma na cidade de Sakaka, na Arábia Saudita, nos últimos dias.

Empresário de origem, o piloto estava em sua 4ª participação no Dakar e foi encontrado no último fim de semana inconsciente pelos médicos no km 178, com traumatismo craniano.

O site do Dakar lamentou a morte e relembrou o perfil de Cherpin, dizendo que ele "não tinha outras ambições senão viver uma aventura, sem realmente se preocupar com o pódio".

Em entrevista recente, o francês minimizou a meta por vitórias e disse que tinha outros objetivos ao correr. "Sou um amador, não quero ganhar mas sim descobrir paisagens que nunca teria a oportunidade de ver o contrário. Tudo é emocionante: pilotar, viver a sua paixão e conhecer-se a si mesmo."