Esportes

Perdeu a invencibilidade | Luxa fala em reforços, e Palmeiras pede dispensa de dupla da seleção sub-20

Vanderlei Luxemburgo falou pela primeira vez de forma direta que o Palmeiras precisa de reforços para a sequência da temporada. Após perder para o Botafogo e consequentemente acabar a série de 20 partidas sem derrota, o técnico falou que o elenco é curto, e por isso o clube já pediu na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a liberação de Danilo e Gabriel Veron dos treinos da seleção sub-20.

"Precisamos fazer alguma coisa (no mercado da bola). Temos muitos garotos para a equipe de cima, fazendo um trabalho que precisa ser feito, abrir espaço para a garotada, mas não podemos jogar toda a responsabilidade de que eles vão resolver todos os problemas. Hoje (ontem) tivemos jogadores convocados (Weverton, Gabriel Menino, Gustavo Gómez e Viña), então já houve uma mudança. A diretoria sabe, temos de fazer alguma coisa, o elenco está curto e temos de melhorar para dar um upgrade, com mais qualidade no nosso elenco", afirmou.

O clube tentou recentemente a contratação do lateral-direito Herrera, do San Lorenzo, da Argentina. Quando as diretorias estavam negociando, porém, o jogador sofreu uma fratura na perna durante o treino e está em recuperação. No meio-campo, o Palmeiras sondou nomes como Jean Pyerre, do Grêmio, e Giuliano, mas nem chegou a abrir negociações por eles.

"É uma coisa que está bem clara, temos competições importantes, temos de fazer alguma coisa. É um ano atípico pela pandemia, dificultou muito as receitas, mas acho que temos de fazer alguma coisa. As três competições são muito difíceis, temos jogadores convocados, inclusive para seleções de base. Temos de ver. Primeira vez que falo, mas é uma necessidade por números e queremos acrescentar o que temos de mais qualidade", acrescentou.

Um dos elogios feitos a Luxemburgo internamente era o fato de o técnico não fazer pressão por reforços, depois de o clube contratar apenas Viña e Rony em 2020. O Palmeiras está atento a "oportunidades de mercado", mas é também cauteloso, pois deve deixar de arrecadar graças à pandemia do coronavírus algo em torno de R$ 200 milhões dos R$ 600 milhões previstos no orçamento deste ano.

Clube vai à CBF pedir dispensa de garotos

Na terça-feira (6), a CBF divulgou os 23 jogadores convocados por André Jardine para um período de treinos entre os dias 21 e 31 de outubro, visando a preparação para o Sul-Americano de 2021. O meio-campista Danilo e o atacante Gabriel Veron entraram na relação, mas o diretor de futebol Anderson Barros foi à entidade pedir a liberação — como não é uma data Fifa, os clubes não são liberados a ceder seus atletas.

"O Anderson pediu a liberação, estamos com elenco curto e é uma convocação para treinamento. Na pandemia, todos pagam um preço. E o Palmeiras não pode pagar o preço para a seleção treinar. A seleção também tem que pagar um preço e não ter convocação para treinamentos. A CBF vive a pandemia, também", completou.