Esportes

Peça importante no Atlético-MG, Keno perde "poder de fogo" no 2º turno

Classificação e Jogos

O atacante Keno é uma das figuras mais importantes no elenco do técnico Jorge Sampaoli. Porém, apesar de ser o artilheiro do Atlético-MG no Campeonato Brasileiro com dez gols, o jogador, que é titular no setor ofensivo, não vive sua melhor fase com a camisa alvinegra. Longe disso. "Na seca" há nove jogos, o camisa 11 perdeu poder de fogo no segundo turno do Brasileirão.

Dos dez tentos anotados por Keno no Brasileiro, até aqui, apenas dois foram marcados na segunda metade do torneio [contra o Flamengo e Ceará]. Os outros oito aconteceram no primeiro turno com direito a show individual por dois hat-tricks consecutivos [marcou três vezes contra Atlético-GO e Grêmio, e uma contra Vasco e Goiás]. O último gol de Keno pelo Galo aconteceu há mais de dois meses, no empate em 2 a 2 com o Vozão, na 22ª rodada. Logo ele, que é uma peça importante também no nascimento das jogadas de ataque.

Keno é uma das principais válvulas de escape de Sampaoli, que tem no lado esquerdo do Atlético-MG, também pelas jogadas de Guilherme Arana, uma força diferenciada de outras equipes. Por esse setor do campo a dupla carrega o Galo e cria inúmeras oportunidades de gol. Keno, com seu jogo incisivo, jogadas individuais, dribles no um contra um, auxilia na construção de jogadas ofensivas. Tanto que, além dos gols, já são seis assistências ao longo do Brasileirão. Mas a falta de gols chama a atenção.

Para se ter uma ideia, o reserva Eduardo Sasha tem quase o triplo de gols de Keno na segunda metade do Campeonato Brasileiro. Já foram cinco bolas que Sasha colocou na rede entre a 20ª e 32ª rodadas. A diminuição do protagonismo de Keno abriu oportunidade para outros atletas ganharem holofote, como o meia Hyoran, que no total marcou oito vezes, sendo seis somente no segundo turno.

Emprestado pelo Palmeiras, Hyoran deve ser adquirido pelo Atlético-MG de forma definitiva, como noticiou o UOL Esporte. Só nos últimos oito jogos o meia marcou seis gols.