Esportes

Opinião: Milton Neves - Milton: A verdade é que o Timão sempre tremeu só de ouvir o nome de Ceni

Nos últimos dias, li e ouvi muita gente afirmando que o Corinthians era favorito para o Majestoso marcado para a noite da última segunda-feira, no Morumbi.

Claro que tais análises levavam em consideração os momentos vividos por cada equipe.

O Timão vinha crescendo no Brasileirão.

Enquanto o São Paulo estava estagnado, correndo sério risco de ficar ainda mais próximo do Z-4.

Mas existia, amigos, um fator importantíssimo que pouca gente estava levando em consideração: o psicológico!

Sabem o que acontece?

O Corinthians sempre tremeu como vara verde diante de Rogério Ceni, o M1to do Tricolor.

Os três anos de jejum sem vitórias no Majestoso na primeira década deste século provam isso.

Mais tarde, é verdade, o Timão se aproveitou que Ceni não vivia seu melhor momento físico, tendo que ser substituído muitas vezes por Bosco, e passou a levar certa vantagem no clássico.

Mas, com Rogério inteiro, o Majestoso sempre foi muito fácil para a equipe do Morumbi.

Como foi ontem, com Ceni no banco de reservas botando medo nos assustados jogadores corintianos, que não jogaram absolutamente nada!

Como eles tremem diante do maior ídolo da história do São Paulo, não é mesmo?

Ah, e podem anotar aí: o Tricolor terminará o Brasileirão à frente do Timão na tabela.

E conseguirá uma vaguinha na Libertadores.

O vencedor Ceni tem estrela, pessoal!

Opine!