Esportes

Opinião | Juca Kfouri: É notável como Itaquera virou o túmulo do Corinthians

Opinião | Juca Kfouri: É notável como Itaquera virou o túmulo do Corinthians

O Corinthians faz uma campanha no Brasileirão que o coloca na briga por uma vaga na Libertadores, mas conta com um desempenho ruim na Neo Química Arena, com número de pontos superior apenas a Sport e Chapecoense quando joga como mandante, com apenas duas vitórias em dez jogos disputados, superando apenas Sport e Ceará, enquanto perdeu quatro, para Atlético-GO, Red Bull Bragantino, Atlético-MG e Flamengo, além de empatar quatro jogos, com São Paulo, Internacional, Juventude e no jogo de ontem (19), contra o América-MG.

No podcast Posse de Bola #162, Juca Kfouri chama a atenção para o fraco desempenho do Corinthians em seu estádio, que será justamente o local onde receberá no próximo fim de semana o clássico diante do Palmeiras.

"O que é notável é perceber como Itaquera virou o túmulo do Corinthians. O grande palco do Corinthians sem a Fiel virou o túmulo, se não me engano, são dez jogos lá, o Corinthians perdeu quatro, ganhou dois e empatou quatro, é a terceira pior campanha como mandante e isso precisa ser resolvido urgentemente", afirma Juca.

O jornalista destaca que os jogos contra Juventude e América-MG, dois clubes que na temporada passada disputavam a Série B, eram oportunidades para que o time comandado por Sylvinho pudesse se colocar melhor na briga para entrar no G4, considerando as oscilações do Red Bull Bragantino, que somou apenas um ponto no período, e a queda de desempenho do Fortaleza, que perdeu nas duas rodadas.

"Continua lutando ali no G6, para chegar no G4 vai ter que remar e perdeu uma chance, porque o Bragantino só empatou, o Fortaleza perdeu no último minuto, era ontem a chance de ficar a um ponto deles e não ficou", afirma Juca.

Apesar dos dois empates e oportunidades desperdiçadas de subir na classificação, Juca destaca que o Corinthians mostra de positivo ao torcedor que é um time em montagem, com chegadas ainda recentes de jogadores como Willian, que fez sua estreia, enquanto seus principais concorrentes na mesma faixa de classificação mostraram um declínio nas últimas rodadas.

"O que pode trazer otimismo para o torcedor do Corinthians é o fato de que o Corinthians está em construção, isso aí tende a dar certo. E você vê os adversários do Corinthians na briga ali pelo quarto lugar começando a descer a ladeira, você já não tem no Bragantino a firmeza que o Bragantino mostrava no começo e nem mesmo no Fortaleza, apesar do castigo que foi o jogo no Beira-Rio e da belíssima classificação que teve para as semifinais da Copa do Brasil", diz Juca.

"O Corinthians perdeu quatro pontos que não poderia perder em casa para dois times que vieram da Série B, mas é absolutamente incomparável o olhar que você tem para o Corinthians hoje do olhar que você tinha um mês atrás, antes de esses caras começarem a chegar. A briga era para não cair, agora a briga é para chegar no G4, nem G6, é perfeitamente possível chegar ao G4 e, com o time que o Corinthians montou, se não houver uma lesão, é possível que o Corinthians chegue", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.