Esportes

Opinião: Blogueiros aprovam desabafo de Lisca e criticam clubes: "vão ignorá-lo"

O técnico Lisca, do América-MG, fez um forte desabafo na noite de ontem (3), antes de uma partida do Campeonato Mineiro, e criticou a CBF pela manutenção dos jogos de futebol em meio ao pior momento da pandemia de coronavírus no Brasil.

Nesta quarta-feira (3), o país teve o dia mais letal de toda a pandemia pelo segundo dia consecutivo e estabeleceu também a maior média móvel de mortes. Foram registrados 1.840 novos óbitos causados pela doença nas últimas 24 horas.

"É quase inacreditável que saiu uma tabela da Copa do Brasil hoje, com jogos dias 10 e 17, 80 clubes que nós vamos levar com delegação de 30 pessoas para um lado e para outro do país. O nosso país parou, gente. Não tem lugar nos hospitais, eu estou perdendo amigos, estou perdendo amigos treinadores, não é hora mais, é hora de segurar a vida", disparou o técnico.

Lisca tem razão? O que clubes e federações devem fazer diante desta situação? Fizemos essas perguntas aos colunistas do UOL Esporte. Veja o que eles disseram:

Tem razão, claro. E a solução seria o adiamento do início da Copa do Brasil 2021. Pelo menos por enquanto disputando só estaduais para evitar as viagens pelo país. Mas é preciso que a gestão pública tenha agilidade no processo de vacinação, incluindo o estudo sobre a nova cepa do vírus.
ANDRÉ ROCHA

A realidade é dura e triste: o futebol não tem só contaminado as pessoas, tem matado também. É hora de refletir, parar e repensar o calendário. Nada, nem o futebol, é mais importante do que a vida. A própria FIFA e a CBF já disseram isso.
ANDREI KAMPFF

O respeito pela covid-19 não existe em praticamente nenhum setor na sociedade brasileira. O futebol é mais um reflexo disso. Não faz sentido você continuar com futebol com quase 2 mil pessoas morrendo por dia e achar que o minuto de silêncio antes de cada partida resolve tudo. Mas a prioridade dos clubes e federações têm sido no aspecto financeiro.
DANILO LAVIERI

Lisca Lúcido está certo. As entidades deveriam fazer o que o presidente da República não faz: parar tudo que não for essencial.
JUCA KFOURI

Lisca tem razão. O futebol deveria parar durante essa segunda onda da pandemia. Mas federações e clubes só vão parar se os governos mandarem.
MARCEL RIZZO

Lisca está certo. O Brasil precisa de lockdown, com futebol incluído. Lisca está iludido ao esperar apoio de Tite, vassalo da CBF.
MENON

Lisca tá lotado de razão. Lisca tá são. O futebol não está separado da sociedade. Estamos entrando em colapso, perdendo amigos, parentes, apavorados, angustiados, ansiosos e sendo administrados por gestores da morte, uma gente que acha que a economia está separada de todo o resto, que economia é ciência de números. Não é. Economia trata das nossas relações, de como existimos no mundo. Para tudo.
MILLY LACOMBE

Sim! Lisca marcou um golaço! Ainda fez a ressalva de que no Campeonato Mineiro as coisas são mais fáceis de contornar, mas na Copa do Brasil é realmente inviável no momento. De fato é preciso parar tudo, a situação está muito perigosa com a segunda onda da pandemia. Parabéns, Lisca!
MILTON NEVES

Lisca está certo. Será constrangedor se outros treinadores e jogadores não o apoiarem nessa briga.
PERRONE

Lisca está coberto de razão. Mas os clubes e federações vão ignorá-lo solenemente. Porque não estão nem aí pra pandemia ou pro número de mortos.
RENATO MAURÍCIO PRADO

Sim. É possível adiar esses jogos e pensar primeiramente na saúde.
RODOLFO RODRIGUES

Tem total razão. Foi um desabafo raro e verdadeiro no mundo do futebol. Tomara que isso encoraje outros posicionamentos no mesmo sentido. Não podemos simplesmente fingir que nada está acontecendo. São quase dois mil mortos por dia. Clubes e federações não farão nada porque são irresponsáveis em sua grande maioria e só visam o lucro. Não estão preocupados com a saúde dos profissionais.
RODRIGO COUTINHO