Esportes

'Nunca me senti tão impotente', diz Kross sobre derrota para a Espanha

A derrota da Alemanha, por 6 a 0, para a Espanha, na Liga das Nações ainda está fresca na mente de Toni Kross. Em podcast gravado com seu irmão, Felix Kross, o meio-campista disse ter se sentido "impotente" no Estádio La Cartuja, em Sevilha. Com a goleada histórica, os alemães se despediram da competição.

O jogador do Real Madrid comparou o revés à perda da Liga dos Campões para o Chelsea, em 2012, e acredita na recuperação da seleção alemã.

"Se revistar a minha carreira, talvez não tenha sido a derrota mais amarga, como a final a Liga dos Campeões em 2012 (Bayern X Chelsea), mas foi a mais clara. (...) Nunca me senti tão impotente em uma derrota", disse Kross.

"Fizemos as coisas realmente mal, e tem que analisar o que saiu mal. Três meses antes, jogamos contra a Espanha, com a mesma equipe, ficamos no 1 a 1 e devíamos ter ganho", completou.

Apesar da goleada, o jogador destacou a força do time de Joachim Löw.

"Agora terá um grande período sem partidas internacionais, o que é chato, mas devemos ver como uma oportunidade. Melhoraremos, já mostramos que somos capazes disso", projetou Kross, que relatou a surpresa de seus companheiros de clube com o resultado:

"Não houve brincadeiras, pelo contrário, todos pareciam surpresos".