Esportes

Lateral deixa partida chateado e Grêmio minimiza: "Lutou"

Classificação e Jogos

Ao ser substituído no empate entre Grêmio e América-MG, ontem (24), o lateral direito Vanderson pareceu chateado. Com a camisa nos olhos e a cabeça baixa, caminhou até o banco de reservas, onde seguiu com semblante de lamentação. Consolado por colegas, ele viu de fora o desfecho do jogo.

Depois da partida, Luiz Felipe Scolari disse que a substituição ocorreu por desgaste e elogiou a atitude do atleta.

"Não sei se ele ficou chateado. Mas jogou muito bem e estava super cansado. Ele joga em uma posição que sai muito para o apoio e tem que voltar para marcação até o final. No Grêmio não há nenhum jogador insubstituível. Eu fico feliz com a atitude dele, se foi o caso de estar triste com a substituição. Mostra sua vontade de buscar a vitória", explicou o técnico.

Vanderson foi responsável pela assistência para o gol de Guilherme Guedes que inaugurou o placar. O Tricolor sofreu empate ainda no primeiro tempo e permaneceu em penúltimo no Brasileirão.

Com 20 anos, o jogador tem se destacado e conquistado cada vez mais espaço no time. Em junho, ele renovou contrato até 2025 e nesta temporada já disputou 27 partidas e marcou dois gols.

"Se eu conheço o Vanderson, eu diria que foi pelo resultado não alcançado. Suponho que seja isso. Ele lutou bravamente junto com os companheiros, tentou, buscou um resultado que não veio (vitória). Os jogadores falaram muito dessa vitória ao longo da semana, honraram a camisa do Grêmio", argumentou o vice de futebol Marcos Herrmann.

O Grêmio volta a campo na terça-feira para enfrentar o Vitória pela Copa do Brasil.