Esportes

Gilberto encerra jejum, Bahia vence Botafogo e sai da zona no Brasileiro

Classificação e Jogos

O Bahia venceu o Botafogo, na noite de hoje (30), no Nilton Santos, deixou a lanterna do Campeonato Brasileiro e, de quebra, também a zona de rebaixamento. O triunfo por 2 a 1 do Tricolor baiano aconteceu com um gol do atacante Gilberto, que encerrou jejum, e Elber. Pedro Raul descontou para o time da casa.

Com o resultado, a equipe do técnico Mano Menezes chegou a 12 pontos, pulando para a 16ª posição da tabela. Já o Alvinegro, permanece com 11 e perdeu uma colocação, caindo para penúltimo.

Vale ressaltar que esse jogo foi válido pela primeira rodada que, à época, foi adiado por conta da final do Campeonato Baiano. No domingo, pela 13ª rodada, o Botafogo encara o Fluminense, enquanto o Bahia recebe o Sport.

Começo movimentado

O time do técnico Paulo Autuori começou tendo mais a posse de bola e trocando muitos passes. A primeira boa chance aconteceu em uma cobrança de escanteio, que Kanu cabeceou e mandou para fora. Pouco depois, o Bahia adiantou a linha de marcação e conseguiu igualar as ações do duelo. Mais que isso, achou pelo lado esquerdo do ataque um caminho a ser explorado para chegar ao gol de Cavalieri.

Cavalieri salva

Cavalieri fez uma grande e evitou que o Bahia abrisse ao placar aos 22 minutos de jogo. Depois de levantamento na área, Ernando subiu mais que a defesa alvinegra e cabeceou "como manda o manual". A bola quicou e o goleiro do Botafogo conseguiu espalmar para fora.

Equilíbrio, mas sem criatividade

Os dois times passaram a fazer um duelo equilibrado e com volume, mas com pouca criatividade. Botafogo e Bahia erravam muitos passes e não achavam alternativas para que as oportunidades fossem criadas.

Fim do jejum!

Se com a bola rolando as alternativas pareciam escassas, a solução veio na bola área. Em cobrança de falta de Marco Antônio, Gilberto cabeceou forte e balançou a rede. O atacante do Tricolor não marcava em jogos oficiais desde fevereiro, quando fez dois contra o Nacional, do Paraguai, na primeira fase da Copa Sul-Americana.

Mudança no esquema

Em busca do empate, o Botafogo voltou para o segundo tempo com uma mudança no esquema tático. Com a entrada de Davi Araújo na vaga do zagueiro Sousa, o time deixou o 5-3-2 e passou a atuar no 4-4-2. Assim, a zaga passou a ser formada por Kanu e Forster.

Perdeu!

Clayson fez boa jogada e achou Ramires nas costas da defesa. O camisa 25 saiu na cara de Cavalieri, mas mandou por cima do gol.

Douglas pega

O Botafogo quase chegou ao empate também em uma bola parada com jogada área. Depois de cobrança de falta de Barrandeguy, Forster tocou de cabeça e Douglas voou para fazer a defesa.

Assim não, Babi!

Matheus Babi domina a bola em lance do duelo entre Botafogo e Bahia - Thiago Ribeiro/AGIF - Thiago Ribeiro/AGIF
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Xodó da torcida alvinegra, Babi entrou na vaga de Bruno Nazário. O jovem atacante teve nos pés a chance de igualar o placar, mas perdeu. Rentería cruzou e o camisa 11, sem marcação, não conseguiu finalizar para o gol.

Pressão pelo empate

Enquanto a equipe carioca tentava "empurrar" o Bahia e pressionava pelo empate, os comandados de Mano Menezes esperavam a chance de sair no contra-ataque. Assim, o Glorioso aproveitava o espaço e ficava mais no campo ofensivo. Em um dos avanços, Rhuan achou Renteria na área, mas a finalização bateu na defesa.

Quem não faz...

Em uma das escapadas ao ataque, o Bahia conseguiu chegou ao segundo gol e jogou um balde de água fria no ímpeto do Botafogo, que ainda tentava impedir a derrota. Daniel passou para Juninho Capixaba, que cruzou. Elber entrou em velocidade e escorou para o fundo da rede.

Gol de honra

Já nos acréscimos, Pedro Raul recebeu na área, girou e bateu. A bola ainda pegou em Nino Paraíba, mas entrou. Após o gol, o Alvinegro tentou ir para o tudo ou nada em busca do empate, mas sem sucesso.

VAR e expulsão

Em um lance na frente da área do Botafogo, Rossi fez falta em Barrandeguy. O lateral alvinegro revidou e deu um chute no adversário. Após consulta ao VAR, o árbitro Savio Pereira Sampaio mostrou o cartão vermelho.

Primeira vitória como visitante

Ao apito final, o Bahia pôde celebrar o primeiro triunfo fora de casa nesta edição do Brasileiro. Até então, a equipe tricolor tinha três derrotas e dois empates.

Estreia de uniforme

No duelo com o Bahia, o Botafogo estreou a nova camisa 1 para a temporada 2020/21, lançada na noite de ontem (30).


FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 2 BAHIA


Competição: Campeonato Brasileiro
Data: 30/09/2020 (quarta-feira), às 21h30 (de Brasília)
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF)
VAR: Wagner Reway (PB)
Cartões amarelos: Victor Luis, Barrandeguy (BOT); Juninho Capixaba, Marco Antônio (BAH)
Cartão vermelho: Barrandeguy, aos 49 minutos do segundo tempo
Gols: Gilberto, do Bahia, aos 41 minutos do primeiro tempo; Elber, do Bahia, aos 38 minutos do segundo tempo; Pedro Raul, do Botafogo, aos 45 minutos do segundo tempo

Botafogo: Diego Cavalieri, Kevin (Barrandeguy), David Sousa (Davi Araujo), Rafael Forster, Kanu e Victor Luis; Caio Alexandre, Rentería (Warley) e Bruno Nazário (Matheus Babi); Kalou (Rhuan) e Pedro Raul. Técnico: Paulo Autuori

Bahia: Douglas Friedrich, Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Juninho Capixaba; Elias (Élber), Gregore, Ramires (Rossi) e Clayson (Daniel); Marco Antônio (Ronaldo) e Gilberto (Saldanha). Técnico: Mano Menezes