Esportes

Flamengo vence Olimpia fora de casa e se aproxima da semi da Libertadores

Flamengo vence Olimpia fora de casa e se aproxima da semi da Libertadores

O Flamengo está muito perto da semifinal da Libertadores. Na noite de hoje (11), o time rubro-negro venceu o Olimpia, do Paraguai, por 4 a 1, fora de casa, e pode até perder por 3 a 0 no Mané Garrincha, na semana que vem, que avança à próxima fase da competição. O triunfo foi construído com gols de Arrascaeta, Gabigol, duas vezes, e Vitinho — Iván Torres fez para o time da casa.

O jogo teve um primeiro tempo em que aconteceu quase de tudo, com paralisação por mais de 10 minutos para atendimento no gramado e até expulsão desfeita, após análise no VAR, que mostrou pênalti para a equipe comandada por Renato Gaúcho. Além disso, os brasileiros reclamaram do que consideraram manifestações racistas vindas da arquibancada, que teve a presença de torcida.

A equipe que vencer este confronto vai enfrentar a que sair do duelo entre Fluminense e Barcelona de Guayaquil. O primeiro encontro entre eles será amanhã (12), no Maracanã.

Vitória inédita

Este foi o primeiro triunfo do Flamengo sobre o Olimpia em um jogo válido pela Libertadores. As equipes se enfrentaram em 81, 2002 e 2012, sendo quatro empates e duas derrotas rubro-negras. Contanto também Supercopa Libertadores e Mercosul, ao todo, eram 14 partidas, com cinco vitórias dos brasileiros, cinco empates e quatro resultados positivos para os paraguaios.

Susto lá, chance cá

Na primeira investida do Flamengo, ainda no início do jogo, o Olimpia levou um susto. Bruno Henrique achou Gabigol sem marcação, que finalizou de carrinho e obrigou Aguilar a fazer boa defesa. A arbitragem, porém, apontou impedimento do camisa 9.

A resposta paraguaia veio logo depois. Diego Alves errou ao sair jogando, e Salazar cruzou para Sosa, que chutou cruzado. A bola atravessou a área e ninguém conseguiu completar para a rede.

Arrascaeta abre o placar

O placar foi aberto pelo Flamengo após grande jogada envolvendo Gabigol, Bruno Henrique e Arrascaeta. O camisa 9 lançou Bruno Henrique, que avançou à área e tocou para o uruguaio. Ele dominou e bateu para o fundo do gol.

Gabigol amplia

Na cobrança de pênalti, Gabigol balançou a rede e ampliou a vantagem rubro-negra.

Olimpia diminui

Logo no começo do segundo tempo, Gabigol apareceu novamente. Bruno Henrique dominou na entrada da área e arriscou o chute, mas não pegou bem na bola. O camisa 9, porém, apareceu entre os marcadores e só teve o trabalho de tocar para fazer o terceiro do Fla.

Chances desperdiçadas

Em vantagem no placar, a equipe rubro-negra conseguiu ditar o ritmo do duelo e empilhou oportunidades desperdiçadas, com Everton Ribeiro, Arrascaeta e Gabigol.

Correria e gol

Na reta final, Renato fez mudanças na intenção de dar um novo gás ao time e apostar nas saídas em velocidade. E deu certo! Em um contra-ataque, Gabigol recebeu e deixou Vitinho livre para fazer o quarto.

Antes do intervalo, ainda houve tempo para mais. Otálvaro cruzou e bola sobrou para Torres, que, de cabeça, fez para o time da casa.