Esportes

Flamengo mostrou 'outro patamar' ao Grêmio antes dos 5 a 0, diz ex-assessor

A campanha na qual buscava o quarto título da Libertadores terminou decepcionante para o torcedor do Grêmio, que viu o time comandado por Renato Gaúcho levar uma goleada de 5 a 0 para o Flamengo de Jorge Jesus no segundo jogo da semifinal, no último jogo antes da decisão contra o River Plate em Lima, mas mesmo dentro do clube gaúcho a impressão é de que a coisa poderia ter sido pior.

Em entrevista a Mauro Cezar Pereira no programa Dividida, do Canal UOL, o ex-assessor de imprensa do clube, João Paulo Fontoura, conta que no primeiro jogo, que terminou empatado na Arena do Grêmio, poderia já ter dado uma vantagem considerável ao clube rubro-negro, com uma amostra da diferença na preparação dos dois times.

"Eu sempre digo que era para ter perdido o jogo aqui [em Porto Alegre], como gremista eu falo, o Grêmio escapou de perder aqui, mas eu acho também, que talvez, para a equipe do Flamengo aquele jogo de Porto Alegre tenha sido o jogo de afirmação de um novo conceito de futebol. Assim, esse time era de outro patamar, para fazer a brincadeira com o Bruno Henrique", afirma JP.

"Se impôs com um adversário forte, de camiseta, na casa do adversário, acho que isso não tinha acontecido com o próprio Flamengo em enfrentamentos recentes. O 5 a 0, aí são outros fatores, mas acho que se o Flamengo tivesse saído daqui com 2 a 0, por exemplo, já teria sido uma amostra da diferença de preparação", completa.

O ex-assessor também cita as dificuldades que o Grêmio teve antes do jogo do Maracanã, com a demora para a chegada e a forma como Renato poupava seus principais jogadores enquanto Jorge Jesus mandava o time completo a campo dias antes do confronto.

"Quando a gente foi para o Rio de Janeiro, a gente saiu de Fortaleza do sábado para domingo, o Renato poupou todo o time, nós faríamos um voo fretado de madrugada e houve um problema com a aeronave na madrugada, a gente só chegou no Rio de Janeiro de manhã cedo, os jogadores todos exaustos, a gente passou a noite no aeroporto", diz JP.

"O Flamengo tinha um Fla-Flu, se eu não me engano, no domingo à tarde, chovendo uma barbaridade no Rio, e o Jorge Jesus colocou os titulares todos em campo. Então acho que de alguma maneira isso já indica um pouco da questão do que foi aquele enfrentamento", conclui.

O Dividida vai ao ar às quintas-feiras, às 14h (de Brasília), sempre com transmissão em vídeo pela home do UOL e no canal do UOL Esporte no Youtube. Você também pode ouvir o Dividida no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e Amazon Music.