Esportes

Ex-Villarreal é encontrado morto ao tentar atravessar rio a nado no Uruguai

O jogador de futebol Franco Acosta, de 25 anos, que passou pelo Villarreal, da Espanha, foi encontrado morto na manhã de hoje pela Marinha Nacional do Uruguai. Equipes realizavam buscas desde a tarde de sábado, após Acosta tentar atravessar um rio a nado com seu irmão.

De acordo com a Marinha, o corpo do jogador foi encontrado próximo ao local onde havia desaparecido, em um riacho da região de Arroyo Pando (Uruguai). No sábado (6), Acosta e seu irmão tentaram atravessar um riacho de 3 a 4 metros de profundidade a nado. O irmão, porém, teria desistido do trajeto e retornado à margem do lado.

Acosta começou a pedir ajuda quando já estava chegando ao outro lado, e não conseguiu sobreviver.

Não há serviço de salva-vidas na região, e o corpo foi encontrado somente após dois dias de procura a partir da denúncia do irmão. Acosta atuava como atacante e passou por Villarreal (Espanha), Fênix (Uruguai), Racing (Espanha), Boston River (Uruguai), e Atenas (Uruguai), último clube pelo qual jogou.

"Lamentamos com profunda tristeza a morte do jogador de futebol uruguaio Franco Acosta, que integrou as seleções juvenis do Uruguai e fez parte do time de Atenas na temporada 2020. Nossas condolências à sua família, amigos e colegas", escreveu no Twiiter a Federação Uruguaia de Futebol. "Profundamente chocado e abatido com a sua derrota. Sempre nos lembraremos de você, Franco", lamentou o Villarreal.