Esportes

Embalado por mudança, Grêmio revive chance de deixar a zona do rebaixamento

Classificação e Jogos

O Grêmio volta a viver a chance de deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Embalado pela mudança de treinador, o time gaúcho encara o Atlético-GO, hoje (25), em Goiânia, e precisa vencer para abandonar a linha de queda para a Série B.

O jogo das 20h (de Brasília) coloca o Tricolor em uma condição positiva. É necessário conquistar os três pontos e contar com tropeço (empate ou derrota) do Sport contra o Palmeiras.

Se isso ocorrer, a equipe de Porto Alegre passará a somar 29 pontos, igualando Juventude e Santos. Porém, terá oito vitórias, contra seis dos concorrentes, pulando para o 16º lugar, que será sua melhor posição desde as primeiras rodadas do Brasileirão. Desde que entrou na zona de rebaixamento, o Grêmio jamais saiu.

O principal motivo para acreditar nisso agora é o novo ambiente criado a partir da chegada de Vagner Mancini. Os reflexos do trabalho do treinador, que substituiu Felipão, já estão claros nas manifestações dos jogadores. Ao longo da semana, sobraram citações a um ambiente "mais leve" no trabalho realizado no CT Presidente Luiz Carvalho.

Pesa em favor do Grêmio, também, a quantidade de partidas. Ainda que o campeonato esteja na 28ª rodada, os gaúchos disputarão seu jogo de número 26. Restam dois ainda adiados. Enquanto isso, o Sport fará o jogo 28, igualando o Juventude. O Santos já jogou 27 partidas.

A primeira imagem deixada pelo time de Mancini também animou a torcida. O Grêmio mostrou empenho, foi valente, marcou três gols e, ainda que tenha sofrido dois, apresentou indícios de melhora na vitória sobre o Juventude. Resta confirmar no duelo seguinte.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO X GRÊMIO

Data e hora: 25/10/2021 (Segunda-feira), às 20h (de Brasília)
Local: estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Auxiliares: Jean Marcio dos Santos e Lorival Candido das Flores (ambos do RN)
VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)

Atlético-GO: Fernando Miguel; Arnaldo, Wanderson, Éder e Igor Cariús; Marlon Freitas, Willian Maranhão e André Luís; Ronald (João Paulo), Zé Roberto e Janderson. Técnico: Eduardo Souza.

Grêmio: Brenno; Vanderson, Paulo Miranda, Kannemann e Rafinha; Thiago Santos, Villasanti, Douglas Costa, Jean Pyerre e Alisson; Diego Souza. Técnico: Vagner Mancini.