Esportes

Disputa dois títulos | PSG tenta evitar terminar temporada em branco

O milionário projeto do Paris Saint-Germain entra, hoje (17), em uma semana decisiva que pode terminar de maneira desastrosa. A equipe da capital francesa disputará dois títulos e corre risco de terminar a temporada sem nenhum troféu pela primeira vez desde que juntou as estrelas Neymar e Mbappé no elenco.

Os atacantes foram contratados em agosto de 2017 para liderarem o ambicioso projeto de levar o PSG ao título da Liga dos Campeões da Europa. A dupla ainda não conduziu o time parisiense ao topo do Velho Continente, mas construindo um amplo domínio desde que foi unida, conquistando 10 títulos nacionais em 12 possíveis.

A primeira taça em disputa nesta semana é a Copa da França. O PSG enfrenta o Monaco na quarta-feira (19), no Stade de France, em Saint-Denis. O adversário do PSG é o atual terceiro colocado do Campeonato Francês e venceu os dois confrontos diretos na temporada 2020-2021 —3 a 2 em casa e 2 a 0 em Paris.

O PSG entrou na Copa da França diretamente nas oitavas. Despachou Brest, Lille, Angers e Montpellier. Na semifinal, porém, precisou da disputa de pênaltis para se classificar.

Além de precisar lutar contra o retrospecto recente negativo e o bom momento do Monaco, que ainda tem chance de ser campeão francês, o PSG contará com um desfalque sensível. Neymar foi suspenso por ter sido expulso nas semifinais e, por enquanto, está fora do confronto decisivo. O PSG ainda pode recorrer nos dias que antecedem à final. Outras ausências no time dirigido por Mauricio Pocchetino são o meia Verratti, contundido, e o zagueiro Kimpembe, suspenso.

Quatro dias depois da finalíssima, o PSG tentará o tetracampeonato do Campeonato Francês. Para faturar o troféu, a equipe da capital tem de ganhar do Brest e torcer para o Lille não derrotar o Angers, que ocupa apenas a 12ª colocação no torneio.

O time de Neymar ganhou uma sobrevida ontem (16) com o tropeço do Lille em casa diante do Saint-Etienne (empate por 0 a 0). Dessa forma, o PSG, que goleou o Reims por 4 a 0 —com um gol e duas assistências de Neymar—, entrará em campo com apenas um ponto de desvantagem.

Caso seja campeão nacional no próximo domingo (23), a conquista terá um sabor histórico para o PSG. Seria o oitavo título da equipe em nove anos, totalizando dez em sua galeria. Dessa forma, o PSG se igualaria ao Saint-Etienne em número de taças (10).

Caso dê tudo errado, a temporada 2020-2021 não será facilmente esquecida pelo PSG. Nos primeiros três anos em que Neymar e Mbappé atuaram juntos, o time parisiense ganhou três taças do Campeonato Francês, três da Supercopa da França, duas da Copa da França e duas da Copa da Liga Francesa.

Uma das derrotas aconteceu na final da Copa da França de 2019 diante do Rennes na disputa por pênaltis. A partida ficou marcada por uma agressão de Neymar a um torcedor adversário, quando o atacante brasileiro se dirigia para pegar a medalha de vice-campeão. O outro fracasso foi na Copa da Liga Francesa do mesmo ano, quando caiu nas quartas de final diante do Guingamp.

Portanto, caso saia derrotado nos dois torneios da semana, o PSG passará em branco em 2020-2021. A Copa da Liga Francesa não está mais sendo disputada, e a Supercopa da França reúne os vencedores da Copa da França e do Campeonato Francês. Já na Liga dos Campeões, o time de Neymar parou nas semifinais, sendo eliminado pelo Manchester City.

"O mais importante é acreditar, mas precisamos nos manter focados na quarta-feira e na final da Copa da França contra o Mônaco, que será nosso primeiro objetivo por enquanto. Claro, depois de Mônaco, podemos pensar no jogo contra o Brest. Mas acho que o importante é que ainda estamos aqui, para ter a chance de ganhar o campeonato. Temos de fazer o trabalho e esperar que o Lille não vença o Angers", confia o técnico Mauricio Pocchetino.