Esportes

Cruzeiro recupera certificado de clube formador após perder atletas da base

Classificação e Jogos

O conturbado momento financeiro do Cruzeiro nos últimos anos fez com que o clube se desorganizasse em diversos setores, principalmente o futebol de base. Apesar do momento turbulento, a Raposa deu um importante passo para evitar mais prejuízos em suas categorias inferiores ao recuperar o certificado de formação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Em nota divulgada hoje (21), o Cruzeiro informou que volta a figurar na listagem das instituições que possuem o certificado de clube formador. "O Cruzeiro Esporte Clube recebeu, nesta segunda-feira, a confirmação da Confederação Brasileira de Futebol de que o processo de Certificação de Clube Formador foi aprovado", diz parte da nota enviada à imprensa.

Desde julho de 2020 o clube estrelado havia perdido o seu status de clube formador e, com isso, aumentou sua vulnerabilidade no extremamente competitivo mercado da bola. Justamente no momento em que não tinha a certificação, perdeu para o Palmeiras uma de suas principais promessas, o garoto Estevão Willian, conhecido como "Messinho", o que gerou turbulência entre as partes.

"Ficamos muito satisfeitos de poder recuperar o Certificado de Clube Formador do Cruzeiro. Um Clube dessa grandeza com tamanha história na formação de atletas não pode não ser reconhecido como formador. Isso é fruto da dedicação de muitos setores e colaboradores do Clube. É reflexo da organização do Cruzeiro e da forma profissional com que hoje se enxerga as categorias de base", disse Gustavo Ferreira, diretor de futebol de base do Cruzeiro.

Certificação

Para retomar sua certificação o Cruzeiro precisou cumprir requisitos exigidos pela CBF, como por exemplo, ter plano de treinamentos para cada categoria, oferecer alimentação, saúde, educação e outras condições básicas aos atletas, além de participar de competições oficiais.

Além disso, com o título de clube formador, o Cruzeiro assegura direitos sobre os atletas formados, como a participação no lucro de uma transferência futura, indenizações e a preferência no momento de profissionalização dos garotos.

Palavra do presidente

Muito cobrado pela torcida, que, inclusive, pede sua renúncia, o presidente do Cruzeiro falou sobre o título de clube formador recuperado pela Raposa. Sérgio Santos Rodrigues fez questão de frisar que recuperou um certificado perdido pelas últimas gestões.

"A conquista do Certificado de Clube Formador é resultado do trabalho forte e responsável que vem sendo desenvolvido em diversas frentes aqui no Cruzeiro. A falta da certificação foi mais um problema que herdamos de gestões passadas. Pegamos um Clube com sérias dificuldades em todas as áreas, sabíamos disso desde o começo. Mas, também, tínhamos e continuamos tendo a real noção do nosso importante compromisso de recolocar o Cruzeiro nos trilhos. É algo que demanda tempo e paciência, mas, aos poucos, o resultado vai aparecendo. O caminho é longo, mas vamos continuar trabalhando com muita dedicação e profissionalismo para recuperar a força reconhecida da nossa paixão maior que é o Cruzeiro Esporte Clube", ressaltou.