Esportes

Corinthians | Mauro: Sylvinho ainda é um treinador experimental

Corinthians | Mauro: Sylvinho ainda é um treinador experimental

O Corinthians teve no domingo (19) a estreia do meia-atacante Willian, que voltou a vestir a camisa do clube alvinegro depois de 14 anos no empate com o América-MG na Neo Química Arena. Com ele, todos os principais reforços contratados já estrearam, mas os resultados recentes foram abaixo do esperado, com três empates seguidos diante de Juventude, Atlético-GO e América-MG.

No podcast Posse de Bola #162, Mauro Cezar Pereira afirma que não se pode esperar que o time do Corinthians já vá funcionar apenas com a chegada dos reforços, ressaltando a importância de encaixar as peças, ao mesmo tempo em que há outro fator que é a experimentação com o técnico Sylvinho, que tem pouca experiência ainda na função.

"O Corinthians é uma montagem de um time, que foi algo muito pouco comentado durante a onda de contratações. Parecia que era como comprar um aparelho eletrônico e botar na tomada, você liga e sai funcionando. Não é assim no futebol. Você tem que fazer a máquina realmente se formar, falta o coletivo. Estreia do Willian, Renato Augusto ainda não joga de saída, um problema que era já comentado, que é a característica dos jogadores e também o fato de ser uma média de idade alta, a maioria deles, a questão da pegada, do poder de marcação", diz Mauro Cezar.

"O Sylvinho, que é um treinador experimental ainda, ele é um técnico experimental, porque ele não tem currículo, ele não mostrou. Não significa que ele não possa dar certo, mas até agora ele é mais uma experiência do que algo concreto. Até acho legal tentar com o Sylvinho, melhor do que o mais do mesmo, que a gente sabe que não vai para lugar nenhum, em geral fica ali, a não ser quando surge um brilhareco qualquer, mas ainda não se provou, o Sylvinho", completa.

O jornalista afirma que, com todas as contratações feitas, fica a expectativa para o que o Corinthians pode alcançar na temporada, ressaltando a importância da classificação para a fase de grupos da Libertadores, até devido ao custo que o clube terá com suas recentes contratações.

"O Corinthians está cercado de uma expectativa maior e o Corinthians precisa de forma mais que desesperada de uma classificação para a Libertadores e de uma boa colocação também no Brasileiro para elevar o prêmio, porque o Corinthians contraiu mais despesas em meio a uma montanha de dívidas, então ele precisa ser o quarto colocado do campeonato, digamos, para ganhar mais dinheiro também, o quarto ganha mais do que o oitavo ou do que o sétimo", diz Mauro.

"O Corinthians empatou nesses três jogos contra dois times que vieram da Série B, o América-MG e o Juventude, em casa, além do Atlético-GO em Goiânia, sendo pressionadíssimo no final, então, está bem claro que há um caminho a ser percorrido até que esse time possa funcionar da maneira que o torcedor imagina e espera", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e YouTube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.