Esportes

Copa do Brasil | Babi decide, e Botafogo vence Vasco por 1 a 0

Copa do Brasil | Babi decide, e Botafogo vence Vasco por 1 a 0

Em fase inspirada, Matheus Babi novamente fez a diferença para o Botafogo. O atacante de 1,91m marcou de cabeça o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Vasco hoje (17), no estádio Nilton Santos (RJ), e colocou o Alvinegro em vantagem no duelo válido pela quarta fase da Copa do Brasil.

Babi já havia feito os dois gols botafoguenses na derrota por 3 a 2 para os vascaínos no último domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

Agora, o time do técnico Paulo Autuori joga com a vantagem do empate na partida de volta, no próximo dia 23, em São Januário (RJ). Já a equipe do treinador Ramon Menezes terá que vencer por dois gols de diferença para se classificar diretamente. Se ganhar por apenas um, a decisão vai para os pênaltis. Não há vantagem do gol fora nesta competição.

No fim de semana, os rivais viram a chave para o Campeonato Brasileiro. O Botafogo recebe o Santos no Nilton Santos (RJ) e o Vasco visita o Coritiba no Couto Pereira (PR). Ambos jogam no domingo (20).

Kalou perigoso

O marfinense Salomon Kalou está cada vez mais com ritmo de jogo e mostra que será muito útil ao Botafogo. Depois de entrar bem no domingo passado, hoje entrou como titular e foi o jogador mais perigoso do Alvinegro.

Honda foi um dos mais ativos

Honda (à esq.), do Botafogo, disputa bola com Martin Benítez, do Vasco, em duelo da Copa do Brasil 2020 - Thiago Ribeiro/AGIF - Thiago Ribeiro/AGIF
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Honda foi, talvez, o jogador do Botafogo que mais tenha aparecido no jogo. O japonês conseguiu auxiliar na saída de bola, fazer o meio girar e construiu a jogada do gol do Babi, que abriu o placar.

Cano substituído

Artilheiro do Vasco na temporada, Germán Cano foi substituído aos 17 minutos do segundo tempo, aparentemente, para ser poupado pelo técnico Ramon Menezes. O argentino vem de uma maratona de jogos.

Bastos disperso na marcação

O volante Fellipe Bastos se mostrou muito disperso na marcação e deu algumas brechas para o Botafogo. Acabou sendo substituído aos 20 minutos do segundo tempo por Bruno Gomes.

Caio Alexandre não esteve em boa noite

Caio Alexandre não esteve nas melhores noites, principalmente no primeiro tempo. Na saída de bola, tomou algumas decisões erradas e não foi tão efetivo quanto em jogos anteriores. Acabou substituído por Rentería no segundo tempo.

Cano para em Gatito

Aos 16 minutos do primeiro tempo, Benítez meteu um bolão para Cano. Ao seu estilo, bateu de primeira, mas Gatito estava atento e, no reflexo, fez a defesa à queima-roupa.

Na trave!

No segundo tempo, Marcos Júnior experimentou da intermediária, Gatito não acreditou e a bola explodiu na trave alvinegra.

Tem gol do Babigol!

Matheus Babi comemora seu gol pelo Botafogo na partida contra o Vasco, pela Copa do Brasil - Thiago Ribeiro/AGIF - Thiago Ribeiro/AGIF
Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Vivendo uma grande fase, o carismático Matheus Babi abriu o placar para o Botafogo aos 22 minutos do segundo tempo após Bruno Nazário cruzar da direita e o atacante, de 1,91m, subir mais alto que dois defesores vascaínos para testar bonito.

Primeiro tempo equilibrado

O primeiro tempo foi equilibrado. O Botafogo dominou os primeiros 15 minutos, mas muita efetivada. Em seguida, o Vasco passou a chegar mais ao ataque e criou a melhor oportunidade na dobradinha entre Benítez e Cano. Para ambas as equipes, porém, faltou mais velocidade na transição.

Seis desfalques no Vasco

O Vasco novamente teve muitos desfalques. Desta vez foram seis, todos por lesões: Andrey, Ricardo Graça, Vinícius, Neto Borges, Juninho e Carlinhos.

Clássico histórico

Esta é a primeira vez na história que Botafogo e Vasco se enfrentam numa edição de Copa do Brasil.

A chegada do Botafogo

A chegada do Vasco

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 0 VASCO

Competição: Copa do Brasil
Data e hora: 17/09/2020, às 19h (horário de Brasília)
Local: Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa/MG) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)
Cartões amarelos: Matheus Babi, Honda (BOT); Talles Magno (VAS)
Cartão vermelho: não houve
Gols: Matheus Babi, do Botafogo, aos 22 minutos do segundo tempo

Botafogo: Gatito Fernandez, Kevin (Fernando), Marcelo Benevenuto, Forster, Kanu e Victor Luis; Caio Alexandre (Renteria), Honda e Bruno Nazário (Rhuan); Kalou e Matheus Babi. Técnico: Paulo Autuori

Vasco: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Miranda, Leandro Castan e Henrique; Marcos Júnior, Fellipe Bastos (Bruno Gomes) e Martín Benítez (Bruno César); Ygor Catatau (Gabriel Pec), Germán Cano (Ribamar) e Talles Magno. Técnico: Ramon Menezes