Esportes

Com caras novas, Botafogo só empata com Boavista na estreia no Carioca

Com caras novas, Botafogo só empata com Boavista na estreia no Carioca
Classificação e Jogos

Botafogo e Boavista iniciaram o Campeonato Carioca na tarde de hoje (3) e ficaram apenas no empate sem gols, no Nilton Santos. As equipes até criaram chances, mas não tiveram sucesso nas finalizações.

A partida marcou a estreia do técnico Marcelo Chamusca e do atacante Ronald, reforço do Glorioso para a temporada. No lado do clube de Saquarema, o volante Jucilei fez a primeira partida pelo time.

Na próxima rodada, o Botafogo encara o Resende, no Nilton Santos. Já o Boavista, recebe o Bangu, no Elcyr Resende.

Estreia de Marcelo Chamusca

O jogo marcou a primeira partida do técnico Marcelo Chamusca à frente do Botafogo. Anunciado no último dia 19, ele chegou a General Severiano com a missão de comandar a equipe alvinegra na atual temporada, quando terá pela frente a Série B do Campeonato Brasileiro.

Jucilei retoma carreira

Jucilei, volante ex-São Paulo e Corinthians, fez a estreia no Boavista. Grande contratação do clube de Saquarema para o Estadual, o jogo representou uma retomada na carreira do jogador, que não atuava desde 2019, quando ainda estava no Tricolor paulista.

No início do ano passado, ele chegou a negociar com o Vasco, mas as conversas não se concretizaram. Pouco depois, ele teve o contrato com o São Paulo rescindido e ficou livre no mercado. Um pouco do caminho que o fez desembarcar no Boavista foi contado no UOL Esporte hoje.

Propostas diferentes

Em casa, o Botafogo tentava a troca de passes para avançar ao campo ofensivo, mas cometia falhas. O Boavista, por sua vez, apostava em passes mais longos e levou perigo logo nos primeiros minutos do confronto.

Inacreditável!

O Botafogo teve três chances de gol no mesmo lance, pouco depois da parada técnica. Após cobrança de falta, Luiz Otávio dominou completamente sozinho na área e rolou para Babi, que bateu pressionado pela defesa. A bola sobrou para Kevin, que encheu o pé e carimbou o travessão. No rebote, Kanu deu um balão no adversário, mas mandou por cima.

Não valeu

Já nos acréscimos do primeiro tempo, o Botafogo chegou a balançar a rede, mas não valeu. Em cobrança de falta com rapidez, Ênio recebeu na área e tocou para Babi, que mandou para o fundo da rede, mas a arbitragem já assinalava impedimento de Ênio.

Busca por alternativas

No retorno para o intervalo, Botafogo e Boavista buscavam alternativas para chegar ao gol. Os donos da casa exploravam as subidas pelas laterais e os visitantes passaram a tentar as trocas de passes mais centralizadas.

Cara nova no Botafogo

Reforço para 2021, o atacante Ronald entrou na vaga de Ênio e fez a estreia pelo Alvinegro. Ele estava no Botafogo-SP e foi apresentado na última segunda-feira.

Diego Loureiro salva

O Boavista quase abriu o placar em um contra-ataque puxado por Erick Flores. Ele acionou Vitor Feijão, que avançou em velocidade e bateu forte, mas o goleiro do Glorioso fez a defesa.

Foi para frente

Chamusca mexeu no time e colocou a equipe mais ofensiva, mas o Alvinegro pecava no último passe. O time conseguia chegar à intermediária ofensiva, porém, não conseguia converter isso em oportunidades mais claras.

Kléver pega

Já nos minutos finais, Bruno Nazário cruzou e Matheus Nascimento cabeceou bem, mas Kléver voou no canto direito para evitar o gol.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO 0 x 0 BOAVISTA

Competição: Campeonato Carioca - Taça Guanabara
Local: estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 3 de março de 2021, quarta-feira
Horário: 18h
Árbitro: Paulo Renato Moreira da Silva Coelho
Assistentes: Daniel do Espírito Santo Parro e Wallace Muller Barros Santos
Cartões amarelos: Caio Felipe, Fernando Bob (BOA)
Cartão vermelho: -
Gols: -

Botafogo: Diego Loureiro, Kevin, Marcelo Benevenuto, Kanu e Hugo; Luiz Otávio (Matheus Nascimento), Rickson (Zé Welison) e Bruno Nazário; Warley (Cesinha), Matheus Babi (Navarro) e Ênio (Ronald). Técnico: Marcelo Chamusca

Boavista: Kléver; Gabriel Cassimiro, Gustavo Geladeira (Vitão), Elivelton, Jean Victor; Fernando Bob, Jucilei, Ralph (Luis Felipe); Érick Flores, Vitor Feijão, Caio Felipe (Wisney). Técnico: Leandrão