Esportes

CAMPEONATO BRASILEIRO: Botafogo-PB e Remo empatam sem gols e Belo segue próximo ao Z2

CAMPEONATO BRASILEIRO: Botafogo-PB e Remo empatam sem gols e Belo segue próximo ao Z2

Na noite desta segunda-feira (23), Botafogo-PB e Remo fecharam a décima sexta rodada do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro de 2020 se enfrentando no estádio Almeidão, em João Pessoa. O empate sem gols foi reflexo de um jogo muito truncado, e que deixa o Belo ainda próximo ao Z2 e praticamente joga uma pá de cal nas pretensões remotas que a equipe tinha pelo G4. Já o Leão do Norte fica muito próximo da classificação para a próxima fase.

Logo no começo da partida a bola parada de Marcos Aurélio começou a criar perigo para o time pessoense. Aos 6 minutos, após cobrança de escanteio da esquerda, o camisa 8 tentou o gol olímpico e por pouco não conseguiu, mas o goleiro Vinícius conseguiu desviar a bola para novo corner.

O Remo se mandou para o ataque aos 17 minutos, quando o meio-campista Lucas Siqueira chutou sem pretensão da intermediária, mas a bola desviou em Donato e obrigou Felipe a se esticar todo e mandar a bola para escanteio na jogada.

Com muitos erros de passes botafoguenses na partida, o Leão paraense passou a sair mais para o jogo e deixar a pressão inicial do Belo para trás.

Em novo lance de bola parada, aos 34, Marcos Aurélio voltou a assustar para o Botafogo-PB quando cobrou falta da esquerda direto para o gol, surpreendendo o goleiro paraense, que foi no seu canto direito para espalmar a bola pela linha de fundo.

A maior chance de perigo veio aos 37 minutos. Após cruzamento de Marcos Martins, Ramon dividiu com o goleiro, a bola sobrou para Juninho, que bateu de direita, mas acabou resvalando em Mário, que estava caído, e saiu pela linha de fundo.

Segundo tempo

O ritmo era muito baixo na segunda etapa e as duas equipes não conseguiam fazer os goleiros adversários trabalhar. Os dois treinadores passaram a fazer mudanças para tentar buscar a vitória após os 20 minutos.

Lembrando o Belo do segundo semestre de 2019, as bolas paradas de Marcos Aurélio eram o escape do time pessoense. Aos 25, ele cobrou falta da intermediária e mandou no ângulo esquerdo de Vinícius, que consegui fazer a defesa e mandar para escanteio.

Dois minutos mais tarde, outra chegada do Botafogo-PB. Agora foi a vez de Marlon chutar da entrada da área de canhota. A bola desviou na defesa e passou tirando tinta do poste direito da equipe de Belém.

Depois de certa pressão, o time paraibano voltou a errar muitos passes na intermediária e não conseguia uma sequência que o colocasse perto da área remista. Já o time visitante tentava estocadas se aproveitando de buracos que ficavam na defesa botafoguense, mas focado em neutralizar os ataques do Belo, poucas foram as vezes que o Remo se aproximou da meta de Felipe.

Já aos 44 minutos, o último suspiro do torcedor do Belo pela vitória. Cristian cruzou da esquerda, a bola passou por toda área, Rafael Jansen desviou e por muito pouco não marcou contra.

O resultado deixa o Botafogo-PB com 19 pontos na oitava colocação, com dois pontos a mais que o Treze, primeiro time na zona de rebaixamento. O Belo abre a próxima rodada na sexta-feira (27), enfrentando o Paysandu no estádio Mangueirão, às 20h. Já o Remo fica com 27 pontos, na segunda posição. O time paraense volta a campo no sábado (28), quando vai enfrentar o Manaus na Arena da Amazônia.

Ficha técnica

Botafogo-PB 0 x 0 Remo

Campeonato Brasileiro da Série C 2020 Grupo A – 16ª rodada Estádio: Almeidão (João Pessoa)

Arbitragem: Thiago Duarte Peixoto; Daniel Luis Marques e Luiz Alberto Andrini Nogueira, todos de São Paulo.

Gols: Cartões amarelos: Eron, Marlon (R)

Botafogo-PB: Felipe, Marcos Martins, Donato, Rodrigo, Mário; Everton Heleno (Rodrigo Andrade), Vitinho, Juninho (Fernando Júnior), Marcos Aurélio (Higor Leite); Diego Rosa (Cristian) e Ramon (Marlon). Técnico: Evaristo Piza.

Remo: Vinícius, Ricardo Luz, Mimica, Rafael Jansen, Marlon; Lucas Siqueira, Charles (Júlio Rusch), Carlos Alberto (Ermel), Eduardo Ramos; Eron (Salatiel) e Felipe Gedoz (Wallace). Técnico: Paulo Bonamigo.