Esportes

Caldense surpreende o Atlético-MG e vira pesadelo dos grandes no Mineiro

Classificação e Jogos

Um feito enorme atingiu a Caldense na edição 2021 do Campeonato Mineiro. Depois de vencer Cruzeiro e América-MG, a Veterana não tomou conhecimento do Atlético-MG e também bateu o poderoso Galo. Hoje (1), pela sexta rodada do estadual, o time de Poços de Caldas fez 2 a 1 de virada e surpreendeu um dos times que mais investiu no futebol brasileiro nos últimos anos.

Os gols do jogo foram marcados por Keno, no primeiro tempo, com a Caldense resolvendo a parada com Verrone e Gabriel Tonini, ambos na segunda etapa.

Mesmo com a derrota, o Atlético-MG se mantém na liderança, com 15 pontos em seis jogos, mesma pontuação do América-MG, o segundo colocado.

O próximo jogo do Galo será justamente o clássico com o Coelho, no próximo domingo (4), no Mineirão, às 16h, pela sétima rodada. Já a Caldense visita o Pouso Alegre, no mesmo dia, mas às 15h30, no estádio Manduzão.

Pesadelo dos grandes

A vitória da Caldense hoje fechou a trinca do time do interior em cima dos grandes da capital. Nesta edição do Campeonato Mineiro, o time de Poços de Caldas venceu Cruzeiro e América-MG por 1 a 0, e agora o Atlético-MG por 2 a 1.

O jogo

O Atlético-MG não começou bem. Com uma equipe técnica e que sabe controlar bem a bola, o Galo sentiu a condição do gramado e teve dificuldade de trocar passes. Não à toa precisou de uma jogada de bola parada para abrir o placar, com o argentino Nacho Fernández dando mais uma assistência, dessa vez para Keno.

O time de Cuca seguiu com dificuldades na segunda etapa e acabou levando a virada por não conseguir se impor dentro do gramado. Verrone e Gabriel Tonini fizeram a festa em Poços de Caldas, dando uma importantíssima vitória ao time do interior.

O resultado ruim abre uma sequência importante do Galo, que terá, no fim do mês, sua estreia na Copa Libertadores.

Retomada do Mineiro

Depois de dez dias de paralisação pelo aumento exponencial dos números da covid-19 em Minas Gerais, o Campeonato Mineiro teve autorização do governo do Estado e reiniciou em 1º de abril. A suspensão teve início no dia 22 de março por causa da definição do governador, que instituiu Onda Roxa em todos os municípios mineiros, aumentando a rigidez no controle sobre o trânsito de pessoas e no funcionamento do comércio.

Hulk no interior pela primeira vez

Astro internacional e com passagens pelo futebol japonês, português, russo e chinês, o atacante Hulk fez contra a Caldense o seu primeiro jogo fora de capitais, contando apenas os jogos em território brasileiro. Como deixou o país muito cedo, havia jogado apenas em Salvador e Porto Alegre. Com a seleção brasileira também passou apenas por capitais, no seu início no Atlético-MG tinha atuado somente em Belo Horizonte, e agora visita o Sul de Minas Gerais.

Testes antes da Libertadores

O jogo contra a Caldense serviu como o primeiro teste do Atlético-MG antes da estreia na Copa Libertadores. O técnico Cuca usará os jogos nesta reta inicial do mês de abril como preparativos para a competição sul-americana. Agora os próximos testes acontecerão diante do vice-líder América-MG (domingo, 16h), Pouso Alegre (7/4), Cruzeiro (11/4) e Boa Esporte (18/4).

O Galo vai em busca do bicampeonato da Libertadores, que terá o sorteio dos grupos no dia 9 de abril, na sede da Conmebol, em Luque, no Paraguai. O time alvinegro está no pote 2 e poderá enfrentar, dentre os concorrentes do pote 1 (os cabeças de chave) River Plate, Boca Juniors (ambos da Argentina), Nacional, Peñarol (ambos do Uruguai), Cerro Porteño ou Olimpia (ambos do Paraguai).

Quem foi bem: Rafael Peixoto

O atacante se movimentou bem, deu opção de jogo para os companheiros e trabalho para o setor defensivo do Galo. Por pouco não marcou um golaço, de voleio, impedido por excelente defesa do goleiro Everson.

Quem foi mal: Vargas

O atacante chileno ainda não conseguiu se firmar como uma boa opção para o time titular. Durante o período que esteve em campo até teve chances, mas não soube aproveitá-las.

Cronologia do jogo

Aos 22 minutos do primeiro tempo, Keno abriu o placar. O atacante aproveitou cobrança de falta executada por Nacho Fernández e, de cabeça, fez o gol atleticano: 0 a 1.

Aos 4 minutos do segundo tempo, Verrone deixou tudo igual. O lateral esquerdo aproveitou passe de Amarildo, dentro da área, e com um chute forte deixou tudo igual: 1 a 1.

Aos 36 minutos da etapa final, Gabriel Tonini fez o gol da vitória da Caldense, com chute de fora da área: 2 a 1

FICHA TÉCNICA

CALDENSE 2 x 1 ATLÉTICO-MG

Motivo: 6ª rodada do Campeonato Mineiro
Local: estádio Ronaldão, em Poços de Caldas (MG)
Data e Horário: 1º de abril de 2021, às 17h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo César Zanovelli da Silva
Assistentes: Marconi Helbert e Samuel Henrique Soares Silva
Gol: Keno (22' 1ºT); Verrone (4' 2ºT)
Cartão amarelo: Rafael Peixoto (CAL); Gabriel, Vargas, Igor Rabello (CAM)
Cartão vermelho:

CALDENSE: Passarelli; Danilo Belão, Guilherme Martins, Jonathan Costa e Verrone; Lucas Silva e Gabriel Tonini; Rafael Peixoto (Dênis), David Lazari (Wagner) e Bruno Oliveira e Amarildo (Tevez). Técnico: Marcus Grippi

ATLÉTICO-MG: Everson; Mariano (Igor Rabello), Gabriel, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Zaracho (Hyoran) e Nacho Fernández; Hulk (Sasha), Keno (Sasha) e Vargas (Savarino). Técnico: Cuca