Esportes

Atleta australiana rebate críticas após foto 'radical' de amamentação

A atleta olímpica australiana Torah Bright rebateu as críticas que recebeu ao publicar uma imagem no Dia das Mães amamentando o seu filho de ponta cabeça. Aos 34 anos, a campeã de snowboard comemorou a data pela primeira vez ao lado de seu filho Flow, de 10 meses.

Na publicação, Torah mostra uma série de fotos ao lado do filho. "Tornar-se mãe desencadeou algo dentro de mim", escreveu. "É profundamente espiritual. É primitivo. É cru. É feroz. É puro. Eu sou mãe. Minha oração por todas as mães, agora e no futuro, é que elas sejam ouvidas. Honradas. Respeitadas e incentivadas a confiar em sua intuição."

Apesar da homenagem ter recebido muitos comentários positivos, Torah também foi alvo de críticas. Em uma publicação da página de notícias australiana "Body And Soul", cujo teor era elogiar a fotografia, alguns usuários resolveram reclamar sobre a atitude da atleta.

"Totalmente desnecessário", escreveu um seguidor. "Está completamente fora da realidade", opinou outro. "Exibicionista", disse um terceiro.

Torah deu uma resposta aos críticos e afirmou que "ler alguns dos comentários" tinha a deixado "triste".

"No meu mundo, as mães deveriam ser as líderes de torcida umas das outras (já é difícil). Abrace nossa peculiaridade e encontre a alegria em cada merd* que é a maternidade", defendeu, conforme reportou o news.au.

"Todos nós fazemos isso de forma diferente. Não está certo ou errado. A maternidade é pura. Só agora me considero uma Mulher Maravilha porque entrei para o clube sagrado das mães com vocês. Nada além de respeito a todas as mães."

No mês passado, Torah também chamou atenção nas redes sociais por publicar uma imagem de si mesma amamentando o filho enquanto andava de skate.

Flow nasceu em julho do ano passado e é o primeiro filho da atleta com o marido Angus Thomson, que também é snowboarder.