Esportes

Artilheiro do Brasil em 2020, Léo Gamalho se despede do CRB sem gols

A caminho do futebol árabe e artilheiro do futebol nacional na temporada, Léo Gamalho se despediu do CRB sem anotar seu último gol nesta segunda-feira, 28, contra o América-MG, em partida válida pela 12ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, disputada no Estádio Rei Pelé, em Maceió.

O agora ex-atacante do CRB coleciona marcas neste ano. Embora já esteja com 34 anos, Léo mostrou que poderia render bastante. Artilheiro nacional, da Série B, da Copa do Brasil, ele balançou a rede 18 vezes apenas nessa temporada, com a maioria sendo após a volta do futebol na pausa do coronavírus. Está à frente de Nenê (17), do Fluminense, e Gabigol (16), do Flamengo.

No primeiro tempo, o atacante foi pouquíssimo acionado, somente tocando a bola e tendo de sair muitas vezes da grande área. Também não dividiu muitos lances. Nos últimos minutos do jogo, entretanto, ele recebeu a braçadeira de capitão do CRB após a saída do zagueiro Gum. Gamalho se esforçou, deu carrinhos, até cabeceou a bola em direção ao gol e a recebeu nas laterais do campo. Sai do Brasil sem balançar a rede em sua última partida no time.

A direção do CRB aguarda o pagamento da multa rescisória de Gamalho, para times do exterior, que é de 150 mil dólares (aproximadamente R$ 850 mil). Ao sair do gramado, entretanto, o atacante pediu para não dar entrevista.

Disse que ainda haveria um momento mais oportuno para falar sobre essa situação. Dois times estão cotados para levar o "Ibrahimovic do Nordeste": o Hatta Sport Club, dos Emirados Árabes, e o Al-Khor, do Qatar.

Gaúcho de Porto Alegre, Léo Gamalho chegou ao CRB nesta temporada e conquistou o Campeonato Alagoano com o time. Um dos segredos para o grande momento vivido na carreira está nos treinos e na característica de jogo composta pelo técnico Marcelo Cabo.

O atacante ficou marcado nesta temporada pela fama de carrasco do Cruzeiro. O CRB eliminou o time mineiro na Copa do Brasil e no início do mês e ainda arrancou um empate por 1 a 1 no Mineirão pela Série B. Todos os gols do CRB foram marcados por Gamalho.

Tendo passado por mais de uma dezena de clubes no Brasil, Léo chegou a defender o Nacional, do Uruguai e, assim como Gabriel Barbosa, um de seus concorrentes, também disputou a Copa Libertadores. Mas foram campanhas pessoais mais modestas que as do ídolo do Flamengo, claro.