Esportes

Após mudar de nome, time da NFL troca líderes de torcida por grupo misto

O Washington Football Team anunciou mais mudanças em sua estrutura. Após mudar de nome - a equipe se chamava Redskins - anunciou que não terá mais líderes de torcida em seus jogos a partir da próxima temporada.

Petra Pope, recém-nomeada conselheira sênior do Washington, afirmou que a intenção do clube é ser mais "inclusivo". "Meu desejo é criar uma equipe que seja inclusiva, diversa, mista, para definir um padrão 'ouro' na NFL. Estamos procurando superatletas para dançar, realizar manobras e acrobacias e criar um ótimo shoe com quaisquer equipamentos", afirmou à ESPN norte-americana.

As líderes de torcida que já trabalhavam com a equipe poderão fazer os testes para o grupo de dança. Ao menos 36 dançarinos serão contratados. "Mudar pode ser extremamente difícil", avaliou Pope.

"Eu aprecio a paixão que as mulheres têm, e estou relacionada a essa paixão, fui mentora de milhares de dançarinas ao longo da minha carreira. À medida que avançamos para uma era reinventada, a coreografia será mais atlética. Se os dançarinos tiverem esse conjunto de habilidades, são bem-vindos para se juntarem a nós"

Pope tem uma vasta experiência no setor de entretenimento, e já trabalhou com diversas equipes da NBA, como o Brooklyn Nets, Los Angeles Clippes, Los Angeles Lakers e New York Knicks, e será responsável pelas ações nos jogos e pelo treinamento do pessoal.

O Washington foi pressionado a mudar de nome no ano passado, em meio à onda de manifestações contra o racismo nos EUA, e adotou o nome do estado de forma provisória. O termo 'redskins', utilizado anteriormente, é considerado ofensivo aos nativos norte-americanos.