Esportes

Andrey, do Vasco, recebe ameaças na porta de casa e fará ocorrência em DP

O volante Andrey, do Vasco, foi abordado por dois homens na porta de sua residência ontem (7) e recebeu ameaças por conta do rebaixamento do clube no Campeonato Brasileiro há duas semanas.

A situação aconteceu na presença de outros familiares do jogador, que hoje à tarde (8) fará um registro de ocorrência do episódio em uma delegacia do Rio de Janeiro. O Cruzmaltino ofereceu um advogado criminalista para lhe dar assistência.

Em nota oficial, o clube carioca repudiou a grave intimidação e reforçou que dará todo o suporte ao atleta e aos seus parentes.

Andrey — de 23 anos e com passagens por seleções brasileiras de base — foi revelado pelo Vasco e está no profissional do clube desde 2016. Ele tem 113 jogos e nove gols.

Veja a nota oficial do Vasco

"O Club de Regatas Vasco da Gama repudia a grave intimidação sofrida pelo meio-campo Andrey na noite do último domingo (07/03). O atleta da equipe de futebol profissional foi abordado por dois torcedores, na frente de sua residência, quando estava na companhia de seus familiares.

A diretoria cruzmaltina se colocou à disposição de Andrey desde o momento que foi informada sobre o ocorrido. Um advogado criminal do Clube foi colocado à disposição do jogador e o está acompanhando na ida à delegacia na tarde desta segunda-feira (08/03) para o registro do Boletim de Ocorrência e demais providências.

O Clube entende e defende o direito do torcedor em manifestar sua insatisfação, porém condena atitudes que tragam qualquer tipo de constrangimento ou risco à segurança de atletas e funcionários dentro do seu ambiente familiar ou de trabalho.

Por fim, o Vasco da Gama reforça que dará todo o suporte necessário para Andrey e seus familiares".