Esportes

Alicia Klein: O campeonato está aberto por uma inconsistência generalizada

Classificação e Jogos

O Campeonato Brasileiro tem novo líder após a goleada do Internacional por 5 a 1 diante do São Paulo, no Morumbi, enquanto no outro jogo que envolvia outros dois clubes entre os seis primeiros colocados, teve o empate em 1 a 1 entre Grêmio e Atlético-MG, em Porto Alegre, com mais um confronto direto marcado hoje entre Flamengo e Palmeiras no Mané Garrincha, em Brasília, uma disputa que fica aberta a poucas rodadas do fim da competição.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte — com os jornalistas Isabella Ayami, José Trajano e Menon —, Alicia Klein avalia que ainda é possível apostar no Atlético-MG na disputa pelo título, mas vê um equilíbrio na disputa justamente pela inconstância dos clubes concorrentes e o Inter se colocando em vantagem sob o comando de Abel Braga, engatando sete vitórias seguidas.

"Eu acho que sim [dá acreditar no Atlético-MG] justamente pela inconsistência que a gente tem visto de todos os times, o Atlético-MG entre eles. Eu acho que com o São Paulo despencando, o Inter, claro, agora embalou, vem nessa sequência incrível de sete vitórias, aliás, seis vitórias ninguém tinha feito, agora sete, e começa a estabelecer ali um novo 'segue o líder'", afirma Klein.

"Mas o Atlético-MG tem um elenco forte, tem um treinador forte, que esperava-se mais por tudo o que ele fez o Atlético-MG investir e pelo salário que ele recebe, mas de qualquer forma eu acho que continua na briga porque os outros que estão na briga também estão nessa gangorra", completa.

A jornalista vê o Palmeiras em uma situação mais difícil devido ao calendário e a possibilidade de ir ao Mundial no caso de título da Libertadores, enquanto o Flamengo tem contra o Alviverde um jogo-chave para se fortalecer na briga e aproveitar a patinada do São Paulo e o empate entre Atlético-MG e Grêmio.

"Acho que o Flamengo vai depender muito de como sair do jogo contra o Palmeiras. Se o Flamengo vence, vem muito forte. Se empata ou perde, fica de novo naquela desconfiança. Eu acho que o campeonato está muito aberto, não pelo equilíbrio de forças necessariamente, mas por uma inconsistência generalizada e uma incapacidade dos clubes, agora, à exceção do Inter, de manter uma sequência grande de vitórias", conclui.

O Fim de Papo volta a ser apresentado nesta quinta-feira, com Luiza Oliveira, Renato Maurício Prado, Danilo Lavieri e Débora Miranda após o jogo entre Flamengo e Palmeiras e a partida entre Corinthians e Sport.