Entretenimento

Traficantes usam imagem da paraibana Juliette como "garota propaganda" para vender maconha

Traficantes usam imagem da paraibana Juliette como

Juliette é sucesso nas redes sociais, e grandes marcas já demonstram interesse na sister. A popularidade é tanta, que a paraibana tem mais de 18 milhões de seguidores no instagram. Esse sucesso todo também se mostrou de uma forma estranha, até mesmo no “universo” das drogas.

Começou a circular nas redes sociais uma foto em que o rosto da paraibana aparece em pacotes de maconha a serem vendidas. De acordo com o jornal O Dia, essa iniciativa veio de uma facção criminosa do bairro de Trindade, em São Gonçalo, no Rio de Janeiro (RJ), também com a inscrição do Comando Vermelho (CV).

Ainda conforme informações da fonte citada acima, organizadores de um baile funk desse mesmo bairro, fizeram um funk em homenagem à Juliette, logo no início desta temporada do Big Brother Brasil. A novidade inusitada também virou assunto nas redes sociais.

Um fã-clube da maquiadora listou algumas das conquistas recentes da sister da Pipoca: “Música, boneca, recorde de seguidores, recorde de 1 milhões de likes mais rápido, outdoor, banner de maconha, disputada por marcas, feat com cantores, esgotando ovo de páscoa, bolo de chocolate das velhas tiktokers… O amor do Brasil”.

Outro twitteiro ficou impressionado com a atitude: “Passando mal com os caras aqui da boca [de fumo] vendendo maconha com a foto da Juliette”. Um terceiro se divertiu ao descobrir isso: “Juliette movimentando até o tráfico vei eu tô passando mal”.

Outra homenagem recente veio de MC Niack, o intérprete de “Oh Juliana”. O funkeiro se rendeu à trajetória de Juliette no BBB 2021 e resolveu fazer uma versão de sua música de sucesso para a advogada confinada na casa mais vigiada do Brasil.