Entretenimento

Senador quer que STF investigue fala de Bolsonaro sobre vacina e HIV

A declaração do presidente Jair Bolsonaro durante a live semanal na última quinta-feira (21/10), na qual ele sugere haver relação entre a vacina contra Covid-19 e o desenvolvimento da Aids, levou o senador Alessandro Vieira (Cidadania-RS) a pedir à CPI da Covid que envie ao Supremo Tribunal Federal (STF) a “fake news encampada por Bolsonaro”.

Em nota divulgada neste domingo (24/10), o parlamentar solicita à CPI que remeta “o inteiro teor dos fatos ao conhecimento do ministro Alexandre de Moraes, do STF, incluindo-a no Inquérito das Fake News, para avaliar a conduta potencialmente criminosa do presidente da República”.

“Relatórios oficiais do governo do Reino Unido sugerem que os totalmente vacinados, (ou seja,) aqueles com 15 dias após a segunda dose, estão desenvolvendo a Síndrome de Imunodeficiência Adquirida (Aids) muito mais rápido que o previsto”, disse Bolsonaro, na live.

“Como cobrar do cidadão comum o indispensável cumprimento das determinações legais se o presidente não o faz?”, questiona o senador em seu requerimento.