Entretenimento

HOMOFOBIA! Durante sessão vereadora repudia beijo entre Gilberto e Fiuk no BBB

HOMOFOBIA! Durante sessão vereadora repudia beijo entre Gilberto e Fiuk no BBB

Na sessão ordinária da CMM (Câmara Municipal de Manaus) nesta segunda-feira, 26, a vereadora Glória Carratte (PL) reservou parte do tempo para comentar sobre o Big Brother Brasil 21, da TV Globo. A parlamentar repudiou o selinho entre os participantes Fiuk e Gilberto, que pularam na piscina sem roupas após escaparem de eliminação na noite do último domingo (27).

“Gostaria de deixar meu repúdio sobre o ocorrido ontem na TV Globo. Eu sei que a TV Globo está se lixando para o Amazonas e para a Câmara de Manaus. Ontem… Eu não assisto Big Brother, mas nas redes sociais de hoje aparece os dois artistas, que se dizem artistas da Globo, pelados, dando bitoquinha, se beijando, e é uma falta de respeito com a sociedade, com as famílias do nosso Brasil”, disse Carratte.

A vereadora disse que a cena dos participantes do reality show dando selinho está sendo compartilhada nas redes sociais, onde crianças têm acesso, e vai de encontro ao “bom comportamento” dado por ela aos filhos. Carratte chamou a cena de “vergonha” e repudiou a TV Globo que, segundo ela, “se acha dona do Brasil”.

Eu gostaria de deixar meu repúdio e contar com a colaboração de todos os vereadores. Vossa excelência sabe que estamos primando sempre pelo bom comportamento, pela criação dos nossos filhos, uma vez que tudo está banalizado. Os valores se inverteram. É uma vergonha o que apareceu e o que está nas redes sociais. Os dois se beijando e a Globo mostrando isso”, afirmou Carratte.

A parlamentar tentou ganhar apoio nas declarações citando outros vereadores conservadores. O vereador Raiff Mattos (DC), no entanto, apenas citou o caso para promover o presidente Jair Bolsonaro que, segundo ele, em visita a Manaus, “reforçou o compromisso com os valores e princípios cristãos” e o “compromisso em proteger as famílias brasileiras que têm sido atacadas severamente”.

Após repercussão negativa das declarações, Carratte usou as redes sociais para dizer que repudiou o fato de os dois participantes terem ficado pelados e, em seguida, se beijarem. A vereadora negou que cometa discriminação sexual, que não fez juízo de valor quanto a “inclinação sexual dos participantes” e citou que, no passado, “foi até madrinha da marcha LGBT, em Manaus”.

VEJA VÍDEO: