Entretenimento

Felipe Neto critica cantores sertanejos por apoio a Bolsonaro: "Única preocupação é fazer 'livezinha' enchendo a cara"

Felipe Neto critica cantores sertanejos por apoio a Bolsonaro:

Não é de hoje que o youtuber Felipe Neto tem se revoltado com a atual situação política do Brasil. Dono de diversos movimentos nas redes sociais, Felipe detonou os influenciadores e cantores sertanejos que se escondem e evitam se posicionar politicamente contra as atitudes de Bolsonaro, entre eles Gusttavo Lima e Marília Mendonça, que enfrentam pedidos dos fãs para uma live conjunta.

Em um desabafo nas redes sociais, Felipe Neto se indignou com boa parte dos famosos brasileiros e detonou: “Então, o que eu disse há um ano, repito: quem se cala diante de ameaças fascistas, que sem cala com o assassinato da população, é conivente. Vou repetir na cara de cantor, de atriz, de youtuber, de tiktoker”.

“Se você tem um público de milhões de pessoas e opta por calar o diabo da boca, perante mortes… Não estamos falando de debate político, é sua obrigação como ser humano (…) Abre a porr* da boca, irmão! Para de se esconder! Para de ter medo de perder dinheiro, perder seguidor. Seguidor é mais importante que vida, que a democracia do seu pais? Dinheiro é mais importante que tudo?”, disparou o youtuber.

Os sertanejos não ficaram de fora do desabafo e foram duramente criticados: “Cadê os artistas sertanejos? Cadê vocês? Estão fazendo o que? Tem gente morrendo e a única preocupação é fazer é livezinha enchendo a cara? É isso mesmo? Não fala uma frase, uma! Eu não tenho mais paciência pra esse tipo de gente”.

Felipe Neto não citou nomes, mas a internet logo associou a indireta (bem direta) aos maiores nomes sertanejos do país, como Marília Mendonça e Gusttavo Lima, que recentemente encheu a cara em uma live sertaneja ao lado de Leonardo que pode até virar programa de TV e gerou revolta nos fãs de Eduardo Costa, que se incomodaram com o fato dele ter sido excluído do projeto.