Entretenimento

Em tempos de pandemia, usar máscara é sexy? Entenda o maskfishing

Em tempos de pandemia, usar máscara é sexy? Entenda o maskfishing

Você já ouviu falar em maskfishing? O termo, que em tradução livre seria o inglês para algo como “pesca com máscara”, é uma nova tendência que consiste em usar fotos com máscaras faciais em aplicativos de encontros para parecer mais atraente.

Em tempos de pandemia, as redes sociais estão repletas de memes sobre o assunto, e teve até plataforma de relacionamento proibindo os usuários de postarem exclusivamente fotos com máscaras.

Mas, afinal, o que levaria alguém a achar que tem mais chances (de date) usando uma máscara que esconde metade do rosto? Ou mesmo achar outra pessoa mais sexy por estar usando máscara?

De acordo com o terapeuta sexual André Almeida, existem vários motivos. Um deles, por exemplo, é para deixar implícito um autocuidado. Em tempos de coronavírus, isso pode ser um afrodisíaco.

“Pode ser uma forma de avisar que se você quiser ter um comportamento sexual com ele(a), será seguro. Não quer dizer que seja verdade, mas sexo vem muito de como a gente se sente seguro com a outra pessoa. Se ela passa segurança, isso pode despertar mais desejo”, explica.

Além da fetichização da própria máscara, o psicólogo pontua que pode haver adrenalina sexual envolvida também no fato de sair com alguém sem saber ao certo sua aparência, como uma espécie de “roleta-russa” de encontro às cegas.

Propaganda enganosa?

Sobre piadas em torno de uma possível “enganação” por parte da pessoa que usa a máscara em relação à sua aparência, André afirma que é uma palavra forte. “O ser humano, desde os primórdios, utiliza artifícios para melhorar sua atratividade, de forma que ele se sinta mais seguro”, diz.

Quando o assunto é aparência física, a preocupação maior gira em torno dos danos que podem ser causados à autoestima da própria pessoa. Assim como os filtros do Instagram, a longo prazo, artifícios como esse podem gerar insatisfações com a autoimagem.

“No momento em que a pessoa se pega sem máscara, por exemplo, pode acontecer daquela autoestima e confiança não ser a mesma, e isso acaba interferindo no comportamento sexual, deixando ela ansiosa etc.”, explica.

Segurança

Para finalizar, o sexólogo alerta para os riscos de sair com uma pessoa sem mal saber sua aparência física – por mais excitante que possa ser em um primeiro momento.

“É muito importante tomar cuidado, a segurança deve estar em primeiro lugar. Tem pessoas que podem utilizar esse anonimato para cometer crimes, por exemplo. Nós não vivemos uma utopia”, enfatiza.