Economia

Nestlé vai vender alimentos a granel em comunidades carentes

Nestlé vai vender alimentos a granel em comunidades carentes

A Nestlé vai testar no Brasil a venda de alimentos a granel. O projeto-piloto começa ainda neste ano em comunidades carentes e foi o vencedor de um programa mundial de intraempreendedorismo da companhia. A ideia é que revendedores da marca façam a venda por meio de WhatsApp, telefone ou e-commerce e as pessoas possam comprar quantidades personalizadas dos produtos. A entrega será feita em 24 horas em uma embalagem retornável, para reduzir ao máximo a quantidade de lixo gerado com embalagens. O projeto Nestlé Retorna foi um dos dois selecionados entre 1.100 projetos apresentados por funcionários da empresa em todo mundo e ganhou 20 mil francos suíços, cerca de 115 mil reais, para ser testado. Só no Brasil, 270 colaboradores enviaram 135 projetos. A pergunta da empresa que eles tinham que responder era: como inovar para reduzir, remover e compensar as emissões de efeito estufa da empresa?