Economia

Juízes articulam lobby para manter privilégios no projeto de supersalários

Juízes articulam lobby para manter privilégios no projeto de supersalários

Os juízes já estão se mexendo para tentar manter no Senado privilégios retirados no projeto de lei de combate a supersalários aprovado nesta semana na Câmara dos Deputados. Eles vão brigar para manter fora do teto salarial alguns pontos como o pagamento de 1/3 de férias para os dois períodos de 30 dias a que têm direito. O texto aprovado limitou o terço adicional para apenas um período de 30 dias. Os juízes federais ainda querem que o texto do projeto deixe claro que o abono de férias de 10 dias esteja fora do teto, conforme quadro elaborado pela Associação dos Juízes Federais e que têm circulado entre os magistrados. O Projeto de Lei 6726/16, que se originou no Senado e foi aprovado na terça-feira na Câmara, lista quais tipos de pagamentos podem ficar de fora do teto do funcionalismo público. Como foram feitas alterações, o texto volta para análise do Senado.