Economia

Eudora, do Boticário, diz que fez shampoo usando inteligência artificial

Eudora, do Boticário, diz que fez shampoo usando inteligência artificial

A inteligência artificial está tomando conta de todos os processos da vida moderna. Tanto que agora a Eudora, uma marca do grupo O Boticário, diz que fez um shampoo usando a tecnologia. A empresa mapeou massivamente as conversas públicas de 615 mil perfis em redes sociais para descobrir “a dor” das consumidoras quando o assunto era cabelo. Na análise dos dados, perceberam que a reparação dos fios e o medo de mudar o cabelo por conta do estrago que produtos químicos podem fazer eram as maiores preocupações e então descobriu que precisava usar um velho conhecido das mulheres, o hialurônico, associado a produção de colágeno e rejuvenescimento. A partir disso, a Eudora desenvolveu a fórmula de um shampoo e linha completa para o cabelo feito à base de Bio-Hialurônico. A propaganda da linha diz que o produto elimina a porosidade e devolve a densidade dos fios, criando o efeito de plástica capilar. O levantamento dos dados foi feito em parceria com a empresa Spume.co – consultoria especializada em Inteligência Artificial.

  • Leia mais
  • Guedes diz que abriu conta no exterior para se proteger do governo Dilma
  • Na contramão do mercado, Toyota aposta no Brasil para acelerar exportações
  • Atividade econômica recua 0,15% em agosto e volta a cair após três meses