Economia

Empresas apostam em retomada de cruzeiros, apesar de negativa dos estados

Empresas apostam em retomada de cruzeiros, apesar de negativa dos estados

A recomendação de cancelamento da temporada de cruzeiros pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não fez com que as empresas de turismo desistirem de retomar as viagens. Embora a suspensão voluntária tenha sido prorrogada de 21 de janeiro para 4 de fevereiro, fontes próximas aos executivos das grandes companhias apostam que as embarcações vão voltar a navegar pelos mares brasileiros. Para isso, elas contam com o apoio do Ministério do Turismo. Em entrevista ao Radar Econômico, o ministro Gilson Machado já havia relativizado os casos de Covid-19 nos cruzeiros e defendido explicitamente a retomada da temporada.

A aresta que ainda falta aparar é com os estados e municípios, que estão fazendo jogo duro para liberar as viagens. O estado da Bahia, por exemplo, já se manifestou publicamente a favor do cancelamento da temporada de cruzeiros no país, assim como o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, que afirmou na última quinta-feira, 13, que “Anvisa tem um papel importante na pandemia e as decisões que eles tomarem serão cumpridas pela cidade”. Resta saber qual lado deste cabo de guerra irá prevalecer.

*Quer receber alerta da publicação das notas do Radar Econômico? Siga-nos pelo Twitter e acione o sininho.