Economia

Amazon lança megaliquidação do Prime Day no Brasil

Amazon lança megaliquidação do Prime Day no Brasil

Só faz um ano que a Amazon lançou o seu serviço Prime no Brasil, aquele que por 9,90 reais o consumidor tem direito a frete grátis ilimitado, músicas e streaming de vídeo. Mas este um ano já foi suficiente para que a empresa de Jeff Bezos incluísse o país na rota do seu Prime Day, dia que só os clientes “primes” têm direito a todo tipo de desconto no site da empresa. Na verdade, são dois dias, e o evento será feito junto com o Prime Day americano e de outros países, nos dias 13 e 14 de outubro. A razão, segundo o diretor geral da empresa no Brasil, Alex Szapiro, é a curva de crescimento de assinaturas Prime no país, que segundo ele mais parece uma reta na vertical de tão acentuada. O Brasil teve o maior crescimento em 12 meses do que em qualquer outro país onde a Amazon entrou, segundo Szapiro. De acordo com o executivo, a empresa tem clientes Prime em 95% dos municípios brasileiros. Mas os concorrentes não estão esperando para saber se a estratégia da da Amazon vai ser um sucesso. Em desafio, o Mercado Livre começou neste domingo seu “descontaço”, que promete ser a maior liquidação da história do site.

As megaliquidações das varejistas chegam para evidenciar ainda mais um fenômeno que está sendo observado a olhos nus: a explosão de consumo virtual durante a pandemia. Nem Amazon, nem Mercado Livre abrem sua base de clientes no Brasil, mas a expansão pode ser notada pelos investimentos em novos galpões. O Mercado Livre inaugurou um centro de distribuição na Bahia e a Amazon abriu o seu quinto galpão durante a pandemia, são quatro no interior de São Paulo e um em Pernambuco.  Segundo o diretor geral da Amazon no Brasil, acontece um processo acelerado de investimentos em infraestrutura no Brasil para atender a demanda. Para os dias de promoção, as duas empresas garantem que seus galpões estão prontos para atender a demanda que virá e nos prazos rápidos das promessas de entregas.

No Mercado Livre, a promoção começou neste domingo e vai até o próximo sábado. De acordo com o responsável pela área de marketing da empresa, Iuri Gomes Maia, será a primeira vez que o Mercado Livre fará uma campanha tão abrangente na televisão porque o objetivo é impactar pelo menos 70% dos brasileiros. Se for um sucesso, o “Descontaço” passará a fazer parte do calendário da empresa. O Mercado Livre está vendendo a ritmo de Black Friday todos os dias desde que começou a pandemia, segundo a empresa, e a expectativa é que a megaliquidação de agora supere as Black Fridays de outros anos. A megapromoção da Amazon acontecerá após o feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida e é exclusiva para clientes Prime. Mas a própria empresa diz que quem ainda não é cliente do Prime pode fazer o cadastro e experimentar a assinatura de um mês gratuitamente.