Economia

A lendária marca de carros Aston Martin lança condomínio de luxo em Miami

A lendária marca de carros Aston Martin lança condomínio de luxo em Miami
CURVA FLUIDA - Aston Martin Residences, em Miami: arquitetura arrojada – ./Divulgação

James Bond já pilotou Lotus e BMW, mas a marca que está associada a seu nome é, inegavelmente, a Aston Martin. O refinado espião a serviço de Sua Majestade, no entanto, nunca recebeu a deferência de morar em um apartamento da famosa grife automotiva. Afinal, para ser dono de uma das 391 unidades de alto padrão do Aston Martin Residences, em especial as de andares mais elevados, é preciso ter, além de bom gosto, uma conta bancária digna da realeza.

Em 2022, a icônica montadora inaugurará em Miami, na Flórida, seu empreendimento de 66 andares, que ostenta não só a marca da empresa, mas também todo o glamour que vem com ela, uma vez que a arquitetura materializa a sofisticação de seus carros. Os apartamentos menores, de 65 metros quadrados, saem por 960 000 dólares, mas o preço logo acelera se o comprador optar por uma unidade da série Signature, que vem com um veículo modelo DB 11 ou DBX. Nesse caso, ele desembolsará 6 milhões de dólares pelo conjunto. Já a exclusiva cobertura tríplex, oferecida por 50 milhões de dólares, acompanha uma raridade: um exemplar do Aston Martin Vulcan, que teve só 24 carros produzidos em 2015. Segundo a corretora Mariana Lima, da imobiliária Cervera, estabelecida em Miami, cerca de 80% dos apartamentos já foram vendidos, mas não a cobertura, que ainda espera comprador. Mariana não revela os nomes, mas diz que 15% dos proprietários são brasileiros.

Ainda que a extravagância residencial-automotiva da Aston Martin impressione, ela não é inédita. Em 2017, a Porsche inaugurou, também em Miami, a Porsche Tower, com elevadores panorâmicos que levam o carro do morador até seu apartamento, permitindo estacioná-lo ao lado da sala de estar. A cobertura, que é quadriplex, pode acomodar até onze veículos. A torre tem 59 andares e 132 apartamentos, que chegam a custar 24 milhões de dólares. Segundo a imprensa americana, o dono de um deles é o bispo Edir Macedo.

SUBINDO - Porsche Tower, em Miami: luxo de entrar com o carro no elevador – John Parra/Porsche Design/Getty Images

Outra grife no segmento é a Pininfarina, que desenha Ferraris. Em 2018, São Paulo ganhou um edifício residencial com a marca do escritório responsável pela lendária macchina italiana. Com 23 andares, ele oferece lofts de 48 a 100 metros quadrados. A área social tem piscina e móveis que retratam as curvas de um carro.

Em 2026, o Brasil ganhará outra torre assinada por marca de veículos: a Tonino Lamborghini Residences, no Balneário Camboriú, em Santa Catarina. Com 53 andares e visual futurista, o empreendimento tem vista para o mar e cada apartamento, de 195 e 430 metros quadrados, está sendo vendido entre 4,2 e 16 milhões de reais. Bond aprovaria a ideia, mas não teria dinheiro para comprar.

Publicado em VEJA de 23 de junho de 2021, edição nº 2743