Economia

A "boa notícia" nos mercados após a nova variante da Covid

A

Em um dia que o Ibovespa afundou mais de 3% e as bolsas na Europa despencaram quase 5%, os analistas fizeram de tudo para encontrar uma boa notícia para contar, e encontraram. Mesmo diante da instabilidade no mercado de renda variável, os juros futuros não subiram, pelo contrário, fecharam em queda. O DI para 2024 recuou 1,59%, e o para 2029, 1,27%. A percepção é que a ômicron, nova variante do coronavírus, pode provocar uma desaceleração econômica a níveis globais, mas aliviar as curvas de inflação e juros. “É um alento num dia péssimo para os mercados. Os índices recuaram porque, no pior dos cenários, o Banco Central não precisaria elevar os juros para tão longe como se esperava”, avalia Vitor Carettoni, diretor de renda variável da Lifetime Investimentos. Talvez fosse melhor como estava antes.

  • Leia mais
  • Temor com nova variante de coronavírus derruba bolsas e preço do petróleo
  • Petrobras deveria ser diluída em várias empresas, diz Doria
  • Carta ao Leitor: Gasolina na fogueira