Brasil

Moro promete "retomar reforma tributária" e diz que Brasil não possui credibilidade fiscal no governo Bolsonaro

O ex- juiz Sérgio Moro, pré-candidato a presidência do Brasil, foi o entrevistado do Frente a Frente desta segunda-feira (10), ele falou sobre a economia brasileira o explicou porque a mesma não cresceu.

Segundo ele,  a economia brasileira não avançou no governo Bolsonaro porque o país ficou seis meses discutindo um possível golpe de Estado que não deu certo.

De acordo com Moro, o Brasil vem pagando um preço muito alto pelo desgoverno do presidente Jair Bolsonaro. Ele disse que é preciso controlar a inflação e realizar a reforma tributária, que não foi feita pelo atual presidente. “Vamos retomar as grandes reformas, por exemplo a reforma tributária, que não foi feita”, disse.

Moro disse ainda que a inflação está alta porque o Brasil não possui credibilidade fiscal. “É possível controlar a inflação, agora isso só poderá acontecer quando o país reconquistar a credibilidade fiscal”, arrematou.