Brasil

Cúpula do União Brasil ouve o mercado para formar agenda de país

Cúpula do União Brasil ouve o mercado para formar agenda de país

A cúpula do União Brasil — mais novo partido a surgir no país a partir da fusão do DEM com o PSL — fará um giro por São Paulo nesta semana para ouvir líderes do mercado e debater pontos do seu novo programa no Parlamento.

Questões como a política econômica e fiscal do país, a reforma tributária, a atração de investimentos estrangeiros, além de segurança jurídica e previsibilidade para investidores serão abordadas por integrantes da cúpula do partido, como Celso Sabino, Antonio Rueda e Junior Bozzella.

“O novo partido quer ouvir o mercado, captando o entendimento predominante e assim se municiando de informações para direcionar suas ações em prol do desenvolvimento do país, dentro do viés liberal a que se propõe”, diz o partido no programa do encontro.

Nesta terça, as conversas serão com representantes da Febraban e da XP Investimentos. Na quarta, o evento será com nomes do Santander.

  • Leia mais
  • Guedes pôs limites para ficar no cargo, após quase serem ultrapassados
  • Sem solução para o Bolsa Família, governo paga última parcela do Auxílio
  • Com inflação acelerada, mercado estima PIB menor em 2021 e 2022