Vida

Vaca Apocalíptica: o documentário que os ambientalistas que comem carne devem ver

Vaca Apocalíptica: o documentário que os ambientalistas que comem carne devem ver

O longa-metragem mostra a destruição ambiental com a produção de carne e também menciona a carne cultivada em laboratório

Christian B./Pixabay

O documentário Apocalypse Cow (Vaca Apocalíptica), de George Monbiot, é o documentário que todo ambientalista que come carne deveria assistir porque pode mudar a maneira como alguns deles veem a carne. A produção liga o consumo de carne e agropecuária às mudanças climáticas.

Segundo o site Livekindly, George, produtor do documentário, é vegano, e seu longa-metragem mostra a destruição ambiental com a produção de carne e também menciona a carne cultivada em laboratório, como substituição para o caos ‘apocalíptico’ que o planeta está sofrendo, além disso, o autor também sugere que essa nova tecnologia (da produção de carnes em laboratório), seja tecnologia livre de patentes a fim de permitir uma distribuição mais ampla.

“Muitas pessoas estão justamente preocupadas com a expansão urbana”, relatou Monbiot no The Guardian. “Mas a expansão agrícola – que cobre uma área muito maior – é uma ameaça muito maior para o mundo natural”, completa ele.

Ainda sobre a produção em laboratório, ele declara ao site: “Estamos à beira da maior transformação econômica, de qualquer tipo, há 200 anos “, escreveu ele. “Em pouco tempo, a maioria dos alimentos não virá de animais nem plantas, mas da vida unicelular”, reiterando.

Ainda segundo o site Livekindly, o produtor do documentário também é um defensor da re-silvicultura – conservação em larga escala para a criação de áreas de biodiversidade. Ele argumenta em sua produção, que as concessões governamentais que apoiam a agropecuária deveriam ser usadas em projetos de conservação, como o plantio de árvores.

Cada hectare de terra usado pela agropecuária é um hectare não usado para a vida selvagem e sistemas vivos complexos”, fecha Monbiot.

Confira o documentário aqui: