Vida

Renegade 1.8 lidera | PCD: conheça os 10 carros que mais perdem valor na revenda

Renegade 1.8 lidera | PCD: conheça os 10 carros que mais perdem valor na revenda

De acordo com a Abridef (Associação Brasileira da Indústria, Comércio e Serviços de Tecnologia Assistiva), as vendas de carros para PCD (pessoas com deficiência) tiveram alta expressiva em 2019.

O balanço ainda não está fechado, porém a entidade estima uma elevação de no mínimo 40% nos emplacamentos comparando com 2018 - quando 264,5 mil automóveis foram comercializados para esse público.

Para se ter uma ideia, os licenciamentos de automóveis no ano passado, considerando todos os tipos de clientes, subiram 7,65% no ano passado ante 2018.

O crescimento das vendas para PCD vai no embalo das isenções fiscais concedidas a esses clientes, que não pagam ICMS nem IPI na aquisição de modelos zero-quilômetro com preço inferior a R$ 70 mil.

Também não recolhem IPVA e, em cidades como São Paulo, são isentos do rodízio municipal.

Para se adequarem a esse limite, inclusive, montadoras chegam a criar versões específicas para clientes PCD de determinados modelos, que perdem alguns itens de série.

Outros automóveis já contam com versões padrão abaixo do preço máximo e já estão habilitados ao desconto máximo previsto de impostos.

Quem está disposto a fechar negócio e tem direito aos benefícios fiscais pode de perguntar: como é a desvalorização desses automóveis quando chegar o momento da troca por outro zero-quilômetro?

A KBB Brasil, empresa especializada em preços de veículos novos e usados, realizou esse levantamento, considerando apenas modelos elegíveis à isenção total de impostos - portanto, com preço sugerido abaixo de R$ 70 mil - e equipados com câmbio automático ou automatizado.

No caso, o cálculo da desvalorização compara o preço sugerido dos veículos em agosto de 2019 com os valores aplicados pelo mercado para a mesma versão fabricada em anos anteriores.

Vale lembrar que veículos adquiridos por pessoas com deficiência não podem ser revendidos antes do prazo de quatro anos, sob pena de o proprietário ser obrigado a pagar os impostos que deixou de recolher.

Confira abaixo a lista dos dez modelos vendidos para PCD com a maior desvalorização. Saiba também quais são os dez carros comercializados a esse público que apresentam a menor desvalorização.

Viu um carro camuflado ou em fase de testes? Mande para o nosso Instagram e veja sua foto ou vídeo publicados por UOL Carros! Você também pode ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito participando do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros.