Vida

Reino Unido é grande responsável pelo desmatamento na Amazônia

Reino Unido é grande responsável pelo desmatamento na Amazônia

A floresta está sendo destruída para o cultivo de soja, que por sua vez, é utilizada para alimentar as aves no Reino Unido e no exterior

Free-Photos/Pixabay

De acordo com um relatório da Greenpeace (organização não governamental ambiental), a crescente demanda de frango no Reino Unido, está aumentando o desmatamento na Amazônia.

O estudo chamado  “Winging it: Como o hábito da galinha no Reino Unido está alimentando a emergência climática e natural“, afirma que há uma relação existente entre os dois episódios.

Segundo o site Plant Based News desta terça-feira (21), a floresta está sendo destruída para o cultivo de soja, que por sua vez, é utilizada para alimentar as aves no Reino Unido e no exterior. Para alimentar as galinhas do Reino Unido, é necessário que uma área maior do que a Irlanda seja desmatada, o equivalente a 1,4 milhão de hectares de terra.

O Greenpeace também perguntou para mais de 20 marcas no Reino Unido, como McDonald’s, KFC e Burger King, a respeito da procedência da soja e as vendas de frango, no entanto, nenhuma das companhias garantiu que a soja para alimentar as aves é livre do desmatamento.

A ativista florestal do Greenpeace no Reino Unido, Chiara Vitali, declarou: “Os consumidores que cortam carne vermelha estão claramente tentando fazer a coisa certa pelas razões certas.  Mas supermercados e restaurantes de fast-food se mantêm no escuro quando se trata de destruir florestas preciosas para alimentar a maior parte dos frangos que eles vendem”.

A ativista também fez um alerta a respeito do consumo demasiado de carne: “A verdade é que não podemos continuar consumindo carne produzida industrialmente nos volumes em que estamos atualmente. É por isso que pedimos às empresas que estabeleçam metas claras de redução de carne e sejam transparentes sobre a origem de sua alimentação animal. A produção de carne é a maior contribuição da Europa para o desmatamento “.

A respeito do combate ao desmatamento, Leah Riley Brown, do British Retail Consortium (BRC), associação comercial do Reino Unido, declarou que os varejistas estão trabalhando arduamente contra o desmatamento e para impulsionar a produção da soja sustentável e certificada, além disso, relatou que a entidade também apelou ao governo brasileiro e diz estar trabalhando com as partes interessadas para garantir fontes sustentáveis.