Vida

Morre o médico veterinário Werner Payne, a "lenda da castração"

Morre o médico veterinário Werner Payne, a
Reprodução | Facebook

O médico veterinário Werner John Payne, considerado um símbolo na luta pela humanização dos atendimentos de animais em clínicas e Centros de Controle de Zoonoses faleceu ontem (20). A causa não foi divulgada, mas amigos e pessoas próximas afirmam que ele estava se recuperando da Covid-19, apesar de aparentar estar bem e com saúde.

Reprodução | Facebook

Werner se formou em Medicina Veterinária em 1986, mas sua atuação se tornou notória em 2000, quando se uniu a ONGs e protetores de animais para exigir o fim da chacina de animais em abrigos e CCZs. Ele lutou pelo fim do uso de câmaras de descompressão e implantou o uso da injeção letal como protocolo padrão para o sacrifício de animais, a fim de evitar mais dor e sofrimento.

Reprodução | Facebook

Ele também foi membro Associação Veterinários sem Fronteira (Brasil) e viajou para o exterior para estudar métodos e práticas mais modernas e humanizadas. Werner foi um dos grandes difusores da castração como forma de reduzir o abandono, aumento populacional e maior bem-estar para os animais. Isso lhe conferiu a alcunha de “lenda da castração”.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO
Reprodução | Facebook

Antes de seu falecimento, o médico veterinário atuava no Hospital Veterinário Público de SP, administrado pela Anclivepa SP.